Toni Bou inicia o Campeonato Mundial TrialGP no topo

O piloto da Repsol Honda Team, Toni Bou, é o primeiro líder do Campeonato Mundial TrialGP de 2020 depois de ter conquistado uma bela vitória no Isola 2000 da França. O companheiro de equipe de Bou, Takahisa Fujinami, terminou a primeira tentativa em sexto lugar.

Na abertura do evento do Campeonato Mundial FIM TrialGP, um erro no tempo oficial de várias seções levou a organização da corrida a tomar a decisão de cancelar a primeira das três voltas. Assim, todas as pontuações foram baseadas nos tempos da segunda e terceira voltas.

Toni Bou produziu uma tentativa quase perfeita, marcando uma única marca de pênalti na segunda volta e pegando apenas três na terceira. O piloto da Repsol Honda Team também foi penalizado com 2 pontos por falta de tempo. A soma total de seis pontos significa que Toni Bou foi o piloto a somar o menor número de pontos no final do primeiro dia de competição em França.

O companheiro de equipe de Bou, o japonês Takahisa Fujinami, cometeu vários erros nas seções cinco e nove, o que excluiu qualquer chance de um lugar no pódio, mas o piloto cavou fundo para salvar algo da abertura da temporada, postando uma notável sexta posição final.

Nesta temporada, todas as provas serão de dois dias, o que significa que amanhã a mesma Isola 2000 realizará o segundo dia de competição no Campeonato Mundial de TrialGP 2020.

Toni Bou 1 – ENSAIO: 1 ° GERAL: 1 °

“Hoje foi um dia bastante estranho. Voltar à competição depois de tantos meses tem sido difícil, mas demos o nosso melhor e rodamos uma prova com poucos erros. Foi difícil mentalmente porque terminamos o evento muito tarde e foi difícil acompanhar. Agora, temos muitas provações uma após a outra, então será difícil. Estou muito feliz por começar o Campeonato do Mundo desta forma e ainda mais porque é um campeonato tão curto. Não será fácil, mas amanhã continuaremos lutando e daremos o nosso melhor.”

Takahisa Fujinami 3 – JULGAMENTO: 6º GERAL: 6º

“Hoje foi uma prova em que foi fácil cometer muitos erros. Houve duas seções em que corri riscos e fui penalizado por isso, mas acho que consegui resgatar algo e fiz muito bem para terminar na sexta posição. Acho que posso ir em frente. Estou muito feliz com minha equipe este ano. Amanhã vou tentar focar mais e fazer o meu melhor para melhorar.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.