E advinhem qual foi a melhor Ducati na Sprint Race…

Ah… MotoGP seu lindo, que alegria a corrida de hoje. Deu a minha querida Aprilia na ponta. Não que eu torça muito para o Mavecão. Ele anda até simpático e como o Aleix Espargaró é de falar muita bobagem, minha torcidaf2 anda balançada. Mas o passado dele ainda condena, de modo que eu estou torcendo para que Quartararo ou Enea Bastianini tomem uma destas Aprilias para o ano que vem. Se sair um só, sai Espargaró. Se saírem os dois, melhor.

Mas hoje o Maverick Viñales mandou muito bem. Treinou para largar da segunda posição e estava defendendo muito bem esta sua posição quando o bi-campeão Pecco Bagnaia errou, saiu da pista e teve que voltar em quarto. Pecco largou muito bem, fez uma primeira volta com a faca nos dentes, assumiu a ponta e estava lá controlando a corrida. Até rebolar feio. Deu sorte que não caiu.

Deste ponto Viñales disse “deixa comigo” e segurou muito bem as investidas do Martinator. Martinator largou meio mal e teve que vir passando uma galera até chegar na terceira posição e se colocar em posição de ameaçar a Aprilia. Estava empurrando o Mavecão prá acima do Bagnaia, mas muito devagar, este plano não iria dar certo. A Aprilia hoje não estava tão forte de reta como no Qatar, mas estava freando bem, uma inversão completa, pois nas arábias a Ducati andou menos e freou mais.

Neste processo de recuperação, Jorge Martín passou Marc Marquez sem nenhum respeito, espremeu o octa-campeão mundial abusadamente. Mas o que é dele, estava guardado, pois na última volta a Formiga Atômica deu o troco, espremendo ele em uma curva para a esquerda, com ombrada e tudo. Foi lindo, e ele não pôde falar nada, teve que engolir. Aprende moleque marrento.

E com esta ultrapassagem, Marc Marquez foi a primeira Ducati na linha de chegada, com a moto do ano passado. Só sorrisos, para terceira corrida do ano, tá ruim não. Ainda mais que caiu no treino e largou lá de trás. Já se mostrou ao Martinator, falta agora mostrar para o Bagnaia. Não vai demorar muito.

Com esta vitória, Maverick Vinales venceu de Suzuki, de Yamaha e agora de Aprilia. O reclamão fez história, e, reconheço, tem reclamado menos.

De resto na corrida eu tenho que reconhecer que o Acosta, contra a minha torcida, está vindo bem. Que Miller fez uma corrida razoável. E que o Bastianini perdeu uma ótima oportunidade de aparecer bem. Vacilou. Oliveira, o local Hero, está sofrendo na Aprilia, não se acerta com a moto. Ele é melhor do que isso. Quartararo fez uma corrida um pouco melhor com a Yamaha, sem nunca brilhar. E as Hondas, sinceramente, não as vi na pista. Só quando Zarco caiu.

Que venha a corrida de amanhã… que favorece a a Ducati Corse, que favorece a Pramac, acho difícil neste momento o MM e a Aprilia repetirem suas posições, mas “carreras son carreras”. Hoje as Ducatis não fizeram a limpa que estamos acostumados. Tomara que seja uma tendência. Aguardemos, estou muito feliz com os resultados de hoje.

Para a Fauna do Motociclismo.