R.I.P. Earl Hayden

Poxa vida, Earl Hayden, pai dos grandes campeões da família Hayden, faleceu ontem após uma luta contra o câncer. Com 74 anos.

Eu gostava muito dele, e poderia escrever aqui um texto sobre a minha visão sobre ele e sua influência no trabalho e sucesso de seus filhos. Mas achei um texto pronto e muito bom no site da American Flat Track, que traduzo e coloco aqui:

“A notícia será sentida profundamente em toda a comunidade de corrida de motos. Earl Hayden era uma figura universalmente amada, cuja presença enfeitou as pistas de terra e os paddocks de corridas de rua em todo o mundo por décadas.

Um piloto de pista de terra por cerca de vinte anos, Hayden brandiu o próprio #69 antes de se tornar sinônimo de seu filho falecido (e Campeão do Mundo de MotoGP de 2006) Nicky Hayden. A história de suas origens (Earl alegou que ele teve que escolher um número que dizia o mesmo se ele estava de pé ou de cabeça para baixo) permanece uma lembrança eterna do lendário senso de humor de Earl.

Como pai, Earl criou um ambiente que produziu três dos mais populares e bem-sucedidos motociclistas da geração anterior. Junto com a maior conquista de Nicky no palco mundial, ele e seus irmãos, Tommy e Roger, foram cada um dos campeões nacionais de corrida de rua da AMA. Além disso, todos os três eram pilotos de dirt track de primeira linha; Nicky e Tommy ostentaram vitórias em corridas de Grande Campeão Nacional da classe rainha, e Roger juntou-se a eles no pódio em uma histórica conquista do pódio totalmente em Hayden no Springfield TT de 2002.

Havia uma linha direta conectando seu sucesso combinado ao incrível apoio e muitos sacrifícios de Earl e sua esposa, Rose, que juntos moveram montanhas com regularidade para garantir que seus filhos tivessem todas as oportunidades possíveis de maximizar seu potencial. Em vez de secar, aquele poço de generosidade transbordou além de sua família imediata, já que Hayden serviu como mentor e defensor de incontáveis ​​outros aspirantes a pilotos, particularmente aqueles de Owensboro, na área de Kentucky.

Ele deixa sua esposa Rose, filhos Tommy e Roger, filhas Jenny e Kathleen e seus netos. Nicky o precedeu na morte após um trágico acidente de bicicleta em 2017. – Leia aqui

O bum humor, a voz rouca e o sorriso fácil de Earl farão muita falta.”

Encontrará seu filho no céu e lá esperará por todos nós. Rest in peace Earl, mais um símbolo de uma era que está ficando para trás.

Na garupa de Nick em Laguna Seca.

Para a Fauna do Motociclismo.