E deu Marquez na sprint da Malásia!

E deu novamente Alex Marquez em uma sprint race!!!! Botei o despertador para 3:55h para acordar e ver a corrida. Acordei, como diria minha filha, de boas, e fui para a sala assistir.

Pecco Bagnaia conseguiu uma pole importante. Primeiro para largar na frente e muito mais, para cortar este negócio de que Jorge Martin é sempre mais rápido do que ele. E largou bem, na ponta, de onde resistiu até o avanço do Alex Marquez. Vinha  andando bem, parecia estar controlando e economizando-se para um pega no fim mas não foi isso o que aconteceu. Alex Marquez estava com a macaca, errou, caiu para terceiro mas imediatamente passou Jorge Martin e logo depois passou Pecco para vencer até com certa folga.

Alex Marquez, com a moto “velha”, andou muito, andou redondo, andou prá briga, errou pouco e venceu sua segunda Sprint, o que neste momento trás perspectivas excelentes para ele e seu irmão no ano que vem. Alex é bicampeão do mundo, é um piloto incrível, mas seu irmão é octocampeão e mais talentoso ainda. Marc Marquez, em teoria, andará mais ainda.

Achei incríveis as declarações de MM esta semana. Super pé no chão e realistas, revelando o quão centrado ele é e esta. Não tem essa de dizer que vai pegar a Ducati e vencer, segundo ele isso é uma irrealidade para um piloto como ele, que tem 2 anos que não ganha uma corrida sequer e que sofre para chegar nos top 10. Mais do que falsa modéstia, ele sabe que os garotos de Ducati serão uma parada dura, inclusive seu irmão. Sua mudança de equipe foi emergencial… a cada corrida ele sabe que fica mais distante em condição física e mental para ser campeão. Ele simplesmente não poderia gastar outro ano na Honda não competitiva, se quiser disputar mais um campeonato.

Seu irmão hoje deu show. Sem nada para perder e uma corrida para ganhar, ignorou a briga de Pecco com Martin, botou prá ponta e virou mais rápido do que todos. Simples assim.

Jorge Martin não largou tão bem e chegar em segundo foi o melhor que conseguiu fazer hoje. Uma vitória para ele, pois descontou mais pontinhos do Pecco e, venceu seu oponente direto para o título, no mano a mano. Agora temos a pressão de que não só Pecco não pode vacilar, ele também não. Correu cauteloso e nunca saberemos se ele tinha ou não moto e disposição para catar o Alex Marquez. Eu acho que não, mas o fato é que ele acomodou-se em controlar o Pecco. Foi uma boa corrida a dele.

Pecco foi o grande perdedor do dia. Depois de um ponto alto, largar da pole, perdeu posições até chegar em terceiro em uma cortesia do Enea Bastianini, que vinha virando mais rápido mas que certamente fez jogo de equipe. Pecco é um típico piloto de GPs, precisa de uma moto perfeita para andar na ponta. No esquema atual de treinos e preparação, sua GP23 ainda não estava “no ponto” e ele, também controlando os prejuízos, não conseguiu controlar Alex Marquez e Jorge Martin. Cedeu dois pontos e agora espera que durante a noite a sua equipe acerte o que falta em sua moto para amanhã ser diferente. E eu acredito que amanhã será diferente. Sua moto estará melhor e ele deverá vencer, profetizei.

Acalmou meu coração ver Enea Bastianini andando tão bem, sou fã dele e espero muito de seu desempenho para 2024, já que em 2023 ele teve sua temporada arruinada por problemas.

Um pouco mais atrás vimos as KTMs assanhadas, com Binder quase complicando a vida do Enea em sua função de escudeiro. Felizmente Enea conseguiu fazer o seu trabalho de proteger Pecco e ainda chegar na frente das KTM, em um dia em que Jack Miller não fez bobagem.

O resto eu nem vi nada, nem mostraram na TV. E deu Ducati, Ducati, Ducati, Ducati…. lavada.

Que venha a corrida!!!!!

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo®, www.motozoo.com.br, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.