Dupla vitória na Alemanha e Toni Bou se torna líder indiscutível do campeonato mundial

O piloto da Repsol Honda Trial Team, Toni Bou, concluiu o segundo dia do TrialGP da Alemanha com um triunfo apertado, mas muito disputado. Gabriel Marcelli terminou o dia na sexta posição, depois de uma dura batalha para ficar entre os cinco primeiros.

As exigentes áreas arborizadas e naturais de Neunkirchen mais uma vez caracterizaram o segundo dia do Campeonato Mundial de TrialGP na Alemanha. Com os pontos de referência de ontem observados e uma pequena tempestade após a celebração do pódio, Toni Bou saiu disparado desde o início esta manhã. O ponto alto do dia foi, no entanto, a briga pelo primeiro lugar entre Jaime Busto, Matteo Grattarola e o próprio Toni Bou. O piloto da Repsol Honda Trial Team terminou a primeira volta na segunda posição e conseguiu minimizar os erros na segunda volta para garantir uma vitória apertada que só foi decidida nas duas últimas secções. As vitórias gêmeas de Bou em Neunkirchen significam que o piloto catalão leva sua contagem para cinco vitórias consecutivas na Alemanha, depois de uma vitória em 2011 e duas vitórias em 2016 em Gefrees. Além disso, Toni Bou continua a reforçar a sua liderança geral na classificação geral, com um total de 114 pontos, 23 pontos à frente do segundo classificado mais próximo.

Para Gabriel Marcelli, o segundo dia do TrialGP da Alemanha foi igualmente positivo. Apesar dos agravos físicos na perna esquerda lesionada, o galego da Repsol Honda Trial Team conseguiu hoje encontrar as sensações certas e manteve-se na luta pelo quinto lugar até aos troços finais do percurso, embora acabasse por terminar em sexto. Na classificação geral, Gabriel Marcelli continua ocupando a sétima posição, com um total de 59 pontos.

Depois de passar a metade da temporada de 2022, o Campeonato Mundial de TrialGP agora faz uma pausa de verão de cinco semanas. A ação retornará no fim de semana de 20 e 21 de agosto, com uma corrida de um dia em Comblain-au-Pont (Bélgica).

Toni Bou 1
PROVA: 1º CLASSIFICAÇÃO: 1º
“Estou muito satisfeito com o fim de semana aqui na Alemanha. Para nós foi um julgamento complicado e desconfortável, tanto ontem como hoje. Sabíamos que não poderíamos cometer erros no segundo dia. É verdade que cometemos dois erros graves na primeira volta, embora tenhamos sorte que todos cometeram alguns erros também. Olhando para a segunda volta, sabíamos que o piloto que não cometesse um erro seria o vencedor, por isso dei o meu melhor. Cometemos um pequeno erro na seção seis, mas também quis jogar pelo seguro, porque um cinco poderia significar perder a competição. Por fim, nas duas últimas seções foi onde tivemos que atacar e fazer bem. Felizmente, correu tudo bem e ganhámos a prova da seção 11. Em termos de campeonato, foi um fim-de-semana muito bom e foi algo excecional por tudo o que aconteceu. Já Jaime Busto está em segundo, 23 pontos atrás, e a verdade é que estar tantos pontos à frente depois de apenas seis rodadas é realmente positivo, embora ainda haja um longo caminho a percorrer no campeonato.”

Gabriel Marcelli 38
JULGAMENTO: 6º CLASSIFICAÇÃO: 7º
“Hoje comecei a corrida mais motivado. Ontem vi que, no final, o problema na perna não era tão grave e consegui rodar em bom nível. Hoje me senti bem durante toda a corrida. Estou muito feliz com a forma como o dia foi, exceto por algumas seções que enfrentei que acabaram comprometendo meu resultado final. No final ficamos em sexto, não foi um resultado ruim, mas ainda assim, queríamos um pouco mais.”

Takahisa Fujinami
Líder de equipe
“Antes de vir para a Alemanha já estávamos claramente à frente em pontos, mas nestes dois dias na Alemanha conseguimos aumentar ainda mais essa diferença. Estar 23 pontos à frente do segundo classificado depois de apenas seis corridas é incrível e Toni poderá sair de férias mais relaxado. Além disso, na segunda volta de hoje foi muito apertado com Jaime Busto e Matteo Grattarola, mas Toni aguentou a pressão para acabar vencendo. Este resultado é muito bom para o campeonato e estamos muito felizes com os resultados dele.

Quanto ao Gabriel, ele foi sexto hoje, com uma corrida muito melhor do que ontem. Hoje ele estava lutando pelo quarto e quinto lugar até o final, mas no final ele ficou em sexto. Mesmo assim, estamos satisfeitos com ele, depois de duas semanas fora da moto e não estar 100% em forma.

Em suma, acho que foi um bom fim de semana para a Repsol Honda Trial Team.”

Gostou? Então gaste alguns segundos para ajudar o Mário Barreto no Patreon!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

13 + 7 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.