No Grande Prêmio da Emilia Romagna e Rimini Riviera, os dois pilotos da Ducati Team terminaram entre os dez primeiros.

Depois de largar em décimo no grid. Andrea Dovizioso não conseguiu passar e manteve-se atrás do grupo, perdendo mais terreno na volta 1. Forçado a abrandar para evitar ser envolvido numa queda com outros dois pilotos que o perseguiam, o piloto da Romagna caiu para o décimo quarto lugar, mas depois conseguiu encontrar um bom ritmo e recuperar para voltar aos dez primeiros depois de algumas voltas. Oitavo na linha de chegada, Dovizioso conquistou hoje valiosos pontos que o mantêm na liderança do Campeonato com apenas um ponto sobre Quartararo e Viñales, que estão em segundo e terceiro respectivamente, empatados em pontos.

Danilo Petrucci também terminou a corrida entre os dez primeiros. O piloto de Terni foi protagonista de uma excelente partida que lhe permitiu recuperar até à sexta posição ao cabo de duas voltas, mas depois como não se sentia à vontade na frente começou a perder terreno, fechando o GP na décima posição.

Na geral, Petrucci volta a subir ao 14º lugar, 53 pontos atrás de Dovizioso. A Ducati está em segundo lugar na classificação de fabricantes, enquanto a Ducati Team está em quarto lugar na classificação das equipes.

Andrea Dovizioso (# 04 Ducati Team) – 8º
“Foi uma corrida complicada. Infelizmente, quando se parte de trás, há sempre o risco de perder tempo, principalmente nas primeiras voltas. Depois da partida houve um pouco de confusão: na Curva 8 dois pilotos caíram na minha frente e tive que frear, deixando espaço para outros dois oponentes que me ultrapassaram. Depois de algumas voltas, finalmente encontrei o meu ritmo e pensei em tentar manter a constante. Me senti melhor do que na semana passada, mas não estou com um bom ritmo e estando tão atrasado, não consegui fazer nenhuma estratégia. No final, hoje marcamos alguns pontos e, por enquanto, continuamos liderando a classificação, mas é claro que não podemos estar satisfeitos com o resultado de hoje . “

Danilo Petrucci (# 9 Ducati Team) – 10º
“Foi outra corrida difícil. Desde o início não encontrei a mesma sensação que tinha nos treinos. Comecei bem, mas não tinha confiança na frente e não consegui parar a moto. Que pena porque senti que poderia fazer uma boa corrida hoje. Estou feliz com o progresso que conseguimos fazer em comparação com as corridas anteriores, mas é claro que ainda falta algo. Felizmente, na próxima semana estaremos de volta na pista em Barcelona, ​​onde vamos tentar nos redimir. “

Depois dos dois Grandes Prêmios em Misano Adriático, o Ducati Team irá imediatamente para Espanha, onde no próximo fim-de-semana, de 25 a 27 de Setembro, estará a correr no Circuito de Montmeló, para o Grande Prêmio da Catalunha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.