Marc Marquez domina o GP dos EUA!

Meus amigos, a corrida de hoje no MotoGP foi muito boa prá mim. Mesmo com Marc Marquez vencendo de ponta a ponta e sem ter que brigar com outro piloto, eu fiquei o tempo todo apreensivo e com medo de ele cair. E isso deu emoção.

Porque ele cair? Primeiro porque depois de sair da pole e vencer 6 vezes seguidas nesta pista, ele estava liderando em 2019 para a sétima vitória e caiu de bobeira. Segundo porque apesar de estar melhorando, ele e sua moto ainda não estão no nível que já estiveram, no ritmo que veio andando, virando 2.04, era arriscado, ele está caindo muito este ano. Terceiro que esta pista é de motocross, que pista merda. Fosse no Brasil estaríamos banidos por dez anos do circuito mundial e ainda iriam querer levar a Amazônia como compensação pelo estrago. Certamente motivo de impeachment para o Presidente Bolsonaro. Mas, como é na América, todos reclamaram mas teve prova.

Marc Marquez gosta e domina nesta pista, ficou claro. Largou da primeira fila, não foi da pole, mas isso eu credito ao fato de que sua moto não está boa como ele gosta e de que as Ducatis estão boas de voltas rápidas. Mas largou muito bem, de terceiro para a ponta e não teve ninguém para segurar. Baixou o martelo em voltas super rápidas e por isso abriu quase 5 segundos para a volta final. Abriu tanto que teve problema de concentração para a última volta, mas contou que Quartararo estava pensando no campeonato e não iria atacá-lo. Pensou certo, Fabinho também tirou a mão na última volta.

Fica feio para as outras Hondas, principalmente para Pol Espargaró….Só MM puxa a moto, só MM ganha com a moto, a Honda depende só de MM para vencer. Ano que vem podemos esperar uma moto bem melhor, porque MM já está trabalhando no protótipo. Bem, MM moeu Jorge Lorenzo, está moendo Pol. Não foi fácil, longe disso, mas o seu ritmo era de longe o mais rápido e constante. Foi legal ele desfilar com a bandeira do grande campeão Nicky Hayden, saudades eternas do grande Nicky.

Fabio Quartararo e a Yamaha estão simplesmente perfeitos este ano. E só eles, porque as outras Yamahas se arrastam lá no fundo. A M1 continua sendo mais lenta de reta, mas a do Fabio é a menos lenta. Fabio não se mexe em cima da moto, a moto vai colada no chão e ele vai voando sem fazer qualquer estripulia visível, anda prá frente, e rápido. Treinou bem, largou de segundo, fez a primeira curva em segundo e dominou o pico. MM abriu na ponta e ele abriu em segundo. Controlou legal o esquadrão de Ducatis que tentou partir em seu encalço e, como ele disse, este segundo foi como uma vitória para ele. Visivelmente correndo com a calculadora colada no tanque, foi ali controlando Pecco e correu tranquilão, uma vez que ele estava muito mais inteiro na pista. Tem tudo para ser campeão, inclusive a maturidade.

A Ducati novamente foi a perdedora do dia, mesmo partindo da pole position. Pecco Bagnaia só chegou em terceiro por cortesia de Jack Miller e Jorge Martin. Miller mandou passar com a mão e Jorge Martin enfeitou ali com uma saída de pista mequetrefe que acabou custando uma volta longa e uma posição para Alex Rins. Não chegou a ser feio, mas quase. Eu estou de bronca com o gerenciamento da Ducati, então tenho a tendência de não gostar. Mas tá certo, tem que otimizar as chances, minúsculas, de seu piloto mais bem colocado, Pecco Bagnaia. Mas acabou a corrida e a Ducati mais longe da ponta, uma derrota. Como diz Puig, muito dinheiro prá pouco resultado, mais um ano que a Ducati não ganha, mesmo sem a Honda na parada. Bem, perdeu até para a Suzuki ano passado.

As Suzukis andaram relativamente bem, mas sem nada demais e o resto eu nem vi. As outras Yamahas láaa atrás, as KTM sumidas, a Aprilia estabacando-se logo no início.

Como disse MM no parque fechado, ele muito feliz, Quartararo super feliz e Pecco com cara de bunda. Porque afastou-se da ponta e porque foi ajudado pelos amigos.

A transmissão das corridas está estabilizada e boa. O Fausto continua firme, o novo locutor também é bom e melhorando. E sem o coroa, uma providência fundamental.

Parabéns HRC, parabéns MM. Vamos ver se ano que vem vão consertar a pista… duvido…

Gostou? Então gaste alguns segundos para ajudar o Mário Barreto no Patreon!

2 comentários em “Marc Marquez domina o GP dos EUA!”

  1. Em uma pista com duas retas bem grande acho que no geral a Ducati foi derrotada. MM sem ser ameaçado aí só nos resta seca lo para um tombinho devido as imperfeições da pista. Quartararo muito centrado em ser campeão correndo para pontuar.
    Ducati mais um vice campeonato,mas não pode relaxar que o MIR está na cola no Bagnaia

  2. Achei a corrida sem grandes emoções… MM liderando foi bacana de ver, pelo piloto e pelo que passou, mas ficou sem disputa a corrida. Somado a questão do jogo da Ducati…

    Agora Moto3 está sinistra, a molecada está sem limites… Acho que precisam rever os limites das motos, de pilotos e etc…

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.