Aragon 2022 – Enea!!!

Caramba! Que corrida. Só consegui ver as sete últimas voltas, pois estava no aeroporto, voltando de uma viagem para Foz do Iguaçu. Que resultado ruim para a Yamaha. Que ruim para Marc Marquez.

Enea é realmente um piloto rápido e que vai dar muito trabalho para todos, inclusive para a Ducati! Kkkkkk.

Se ganha 5 seguidas, Pecco Bagnaia seria apenas o terceiro piloto na história a conseguir isso. Não é piloto prá isso, não merece ainda. Bem fez Enea acabando com esta chance.

E dane-se o trio sinistro. Tardozzi chateado no box foi lindo de ver. Gigi mais bem humorado. Kkkkkkk, a Ducati tem que se livrar destes caras, menos Gigi, mas o fato é que agora BABOU para a Yamaha e Quartararo. 5 provas, 8 Ducatis super boas na pista, bons pilotos contra apenas 1 Yamaha. Babou.

E tem mais é que perder mesmo. O investimento da Yamaha ficou baixo. Quatro motos sendo que apenas 3 são novas. E não andam nada de reta tem muito tempo, motorzinho de Jog 50 tem anos. Apareceu um mágico como Quartararo para fazer a moto andar. Mesmo assim perderam a equipe satélite. E não fizeram nada para reverter, conseguir outra equipe… nada.

Já a Ducati faz grandes investimentos e bota 8 motos na pista. Já levou hoje o de construtores, quase levando o de pilotos…

Não vi ao vivo a parada entre Marque Marquez e Fabio Quartararo. Vi o replay e não posso culpar ele pela pancada. Quartararo é que entrou na rabeira dele “di cum força”. O próximo lance, a queda do Nakagami, eu não vi ainda, mas parece-me que ele também não teve culpa. Fim de semana azarado para ele e para o Quartararo.

O que ninguém pode duvidar é do talento, perseverança e coragem do MM. Chegou enferrujado e já foi a melhor Honda, e a com mais potencial. Levou tombo no processo e disse que é assim mesmo, cair é do MotoGP… Na corrida largou lá de décimo terceiro e já estava em quinto ou sexto quando o Fabio trombou com ele. FENOMENAL. E tudo isso com uma moto que não é boa, dizem.

Agora vamos falar do Enea Bastianini… quatro vitórias na temporada, com uma moto atrasada, com uma equipe mais ou menos estreante. E teve moral para quase vencer a penúltima corrida. Hoje não deu mole, cozinhou Bagnaia e passou de passagem. Ele está na briga pelo campeonato ou vice-campeonato, é de outra equipe, outras pessoas pagam o seu salário atualmente, e não quer chegar na Ducati ano que vem com o rabo entre as pernas e ser escudeiro de Pecco. Fazer como Ayrton Senna, que foi contratado para ser escudeiro de Alain Prost e não deu moleza um dia sequer. E botou na mesa da McLaren… “não estão gostando que estou ganhando do Prost? Me indenizem e me liberem, mas eu entro na pista para ganhar”.

Como era o Valentino Rossi, Casey Stoner, Lorenzo, Marc Marquez. Campeão não dá moleza. Marcou muitos pontos comigo o Enea.

E foi bom para o espetáculo, porque se fica este negócio de jogo de equipe, a audiência não gosta.

Pecco Bagnaia fez uma excelente corrida, mas está provado que a GP21 chega mais inteira no final das provas do que a GP22, e que Enea sabe disso. Mas foi um excelente resultado descontar 20 pontos inteirinhos do Fabio. Corridasso.

Vamos ver agora como a Yamaha e Quartararo reagem. Vamos ver o que a Ducati vai falar do episódio. Vamos ver Marc Marquez a cada dia melhor na moto. Este campeonato tá ficando bom!!!

Fabio arranhou de leve e em nenhum momento colocou a culpa no MM

 

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo®, www.motozoo.com.br, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.