Aprilia! Espanha!!!

Que beleza, a amada Aprilia fez um histórico primeiro e segundo na Espanha, depois de fazer um primeiro e terceiro ontem na sprint race. E três pilotos espanhóis nos três primeiros lugares do pódium.

Amada Aprilia porque eu tenho uma Aprilia e já até corri com ela. Olha ela aí vestida para correr no falecido Autódromo de Jacarepaguá

Hoje tivemos o susto do tombo do Pecco Bagnaia na primeira volta, um highside clássico que jogou ele muito alto. Pecco bateu com muita força no chão mas o pior foi que depois o Brad Binder atropelou suas pernas. A transmissão do MotoGP não gosta de ficar mostrando detalhes de acidentes, mostrou o mínimo possível e ficamos todos apreensivos com o estado de saúde do piloto.

Antes, e um pouco mais atrás, Enea Bastianini veio como um louco por dentro e ao chegar na curva perdeu-se, bateu no Zarco, que bateu no Alex Marquez que derrubou o Bezzecchi. Em um só acidente ele levou metade da frota de Ducatis da pista. Felizmente todos voltaram bem, MENOS o Enea, que quebrou osso no tornozelo e na mão, e não voltou. Vai operar os dois nos próximos dias… Que azar esta levando o Bastianini nesta seu temporada na Ducati Corse. Provavelmente não corre a próxima, que já é semana que vem.

O mesmo deve valer para o Pecco Bagnaia, que foi para o hospital fazer mais scans para descobrir a verdadeira extensão dos seus estragos. Não quebrou nada, tá no maior lucro, podia ter morrido.

Bandeira vermelha e na relargada vimos novamente o Martinator largar como uma flecha, foi para a ponta mas por pouco tempo, Maverick Viñales conseguiu largar bem novamente e rapidamente passou o Jorge Martin. Martin é o segundo no campeonato e o maior interessado em aproveitar a ausência do campeão. Mas não segurou, Aleix Espargaró veio quente e passou por ele também. Miguel Oliveira até que fez uma graça e nos fez sonhar com um pódium só de Aprilias, mas não deu prá ele, que acabou chegando em quinto, pois no finalzinho foi ultrapassado também pelo Zarco.

Aleix teve que sofrer para passar o companheiro Viñales, que estava muito rápido também. Mas veio e espremeu na moral. Na Aprilia, ele é o capitão.

Mais para trás vimos bons pegas com Quartararo chegando em um surpreendente sétimo lugar, usando a carenagem velha. Marc Marquez também lutou bastante, mas no final foi caindo até chegar em décimo terceiro, a mais de 20 segundos do vencedor.

Graças a Deus ninguém ficou seriamente machucado, e tudo vai acabar bem. Vamos aguardar as notícias do Pecco e do Bastianini. Martinator descontou alguns pontos, bem como Bez, que chegou em décimo segundo, uma atuação decepcionante.

Foi uma boa corrida, emocionante e deixa claro que é um esporte ainda perigoso, onde tudo pode acontecer. Depois da corrida da Áustria, que o André chamou até de sonífera, tivemos esta, que foi bem animada. E a Aprilia voltando com mais força do que a KTM prá cima da Ducati. É MotoGP, tudo pode acontecer.

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo®, www.motozoo.com.br, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.