Yamaha é a primeira a mostrar a MotoGP 2023

Aproveitando a sua grande reunião anual em Jakarta no evento Yamaha Indonesia Motor Manufacturing’s Yearly Meeting, a Yamaha fez a festa de lançamento de sua M1 2023.

Por fora não mudou muito, a moto continua azulona e certamente a moto apresentada não é a que estará nos testes, é muito comum isso, eles preparam uma moto mock-up para a festa enquanto o trabalho continua na fábrica.

O visual, que eles chamam de camuflado, dizendo que a moto vem para a guerra, foi desenvolvido pelo famoso designer italiano Aldo Drudi.

A fabricante de ferramentas italiana Beta (sonho de consumo) deve ter aumentado a grana no patrocínio e agora temos um laranjão na frente da carenagem.

Não me impressionou muito. Não é feia como a Ducati e Aprilia, mas não é bonita como era a Suzuki. Gosto pessoal. E esta M1 não precisa de beleza, ela precisa é de motor. Seria um boa idéia comprar os motores da GSX-RRRRRRRRRR que foi aposentada, e aparafusar neste quadro!!!!

Este ano a Yamaha vem vergonhosamente com apenas 2 motos. Quero dizer, vergonha é da Suzuki e Kawasaki, que não estão presentes.

Devido a horrível temporada do Franco Morbidelli, estão já, antes de começar a temporada, especulando vários pilotos para a Yamaha em 2024, quando espera-se que ela tenha novamente uma equipe satélite. Além do turco Toprak, fala-se em Martinator e até, pasmem… Marc Marquez.

Aguardemos…

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo®, www.motozoo.com.br, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

Um comentário em “Yamaha é a primeira a mostrar a MotoGP 2023”

  1. Quartararo vem no estilo JL99 ! Vamos torcer para Morbidelli voltar a pilotar novamente. Esse lance de ficar especulando 2024 é muito ruim para o esporte e principalmente o piloto!

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.