Rins! Finalmente Suzuki.

Eita! Suzuki! Rins!

Não tá dando para apostar no MotoGP. Largou de décimo, venceu. Que maneiro. Rins é o piloto número 1 da Suzuki, começou o ano machucado e está meio ofuscado por Mir, que lidera o campeonato. E poderia estar melhor, pois andou caindo, Rins poderia ter mais mais pontos.

Importante esta vitória da Suzuki, e merecida. E achei legal que foi com Rins. Mir lidera o campeonato sem vitórias, incrível não é?

Mesmo levando em conta o excelente desempenho de Mir, Rins é mais rápido, sempre foi até se machucar. Mir era a promessa. Neste campeonato doido as coisas se inverteram e espero que esta vitória coloque as coisas no lugar e a Suzuki passe a ter os problemas de equipe grande, hehe, dois pilotos brigando lá na frente.

Rins me lembra Kevin Schwantz pela maneira que monta na moto azul, diferentona. Nesta pista, pela linda filmagem de helicóptero, deu prá analisar um pouco mais a diferença da linha da Suzuki frente a Yamaha e Honda. O que eu percebi foi que ela é ágil no apex, que retoma bem mas não é tão plantada no chão em curvas longas e velozes. Esta agilidade tem que custar alguma coisa. Tanto a Yamaha como a Honda de Alex Marquez me pareceram mais no trilho nas curvas de alta, e a Suzuki mostrando seu talento na hora de escolher a linha.

Rins largou bem, Veio passando na moral, ignorou as Yamahas em sequência, tomou a ponta e resistiu lindamente ao ataque de Alex Marquez. Deu tudo, gastou até a última gota de gasolina e teve que voltar de pé pé para o parque fechado.

Alex finalmente botando a RCV no chão

Alex Marquez finalmente está salvando o ano da Repsol Honda e botando a equipe para coçar a cabeça. Hoje nem mostraram Puig, será que ele está com Covid? Tiveram zero paciência com ele, que de fato começou lento. O rebaixamento dele antes de começar o campeonato foi feio demais e agora parece que o bicho engrenou. Dois bons pódiums seguidos e madurando uma vitória. Por essa ninguém esperava. Ele já é bicampeão do mundo, correndo contra esta galera aí, ninguém faz isso sendo ruim. Parece que ele demorou até entender e até acertarem a moto para ele. Seu desempenho subiu de nível. Se continua assim, até o fim do ano ganha uma prova e marca mais pontos do que Pol Espargaró. Sensacional. Tem tudo para ser um piloto que marca muitos pontos, é preciso, limpo, técnico, não assusta. Que tem moto e equipe não há dúvida. Tá ganhando moral. Durante todo o episódio manteve a elegância , nunca falou bobagem e está mostrando na pista o seu valor.

Mir fez um pódium maravilhoso para a Suzuki, correndo bem e com a cabeça. Marcou mais pontos do que todo mundo, fez ultrapassagens maravilhosas e por isso é o líder do campeonato com louvor. Davide Brivio estava lívido no fundo do box, gosto muito do jeito dele de tocar a equipe.

As Yamahas treinaram bem, andaram bem, mas ao longo da prova foram sendo superadas pelas Suzukis, que desde o início do ano fazem isso, crescem no final. Hoje cresceram mais cedo, bem mais cedo, e venceram. Hoje não deu para segurar e a surpresa foi Alex Marquez, Viñales fez um bom quarto, Morbidelli com a moto mais velha também fez corrida boa e Quartararo é que afundou por conta de algum problema, mas enquanto teve moto, estava virando bem. Com Rossi fora, não foi dia para a Yamaha.

Dá mole….

Mais atrás, novamente o demitido Dovi foi a melhor Ducati, passou dos 100 pontos na classificação, manteve-se candidato ao título. Ele é bom de prova, muito bom. O vi pouco, pois correu mais atrás, mas nas poucas vezes que vi sua moto estava rabeando horrores. O novo querido de Gigi, Bagnaia, era a última delas até o estabaco. Em nenhum momento da prova Dovi andou atrás de Petrux, com quem está putasso porque não o ajudou no Q2, e teve o prazer de passar Jack Miller, seu substituto. O clima deve ir piorando no box da Ducati Corse até o fim do ano. A última corrida vai ter guerra de macarrão.

Mais atrás ainda o pau comeu, com as KTM, pouco tempo atrás estrelas do campeonato, levando pau da Aprilia, que deu um calor na Ducati works Factory do vencedor da prova passada, Danilo Petrucci, prá vcs verem como é o nível da parada. Mesmo as motos ruins, são boas!! kkkkkk.

Bela corrida, parabéns para Rins, para a Suzuki e para o nosso grande ídolo Alex Barros, que faz aniversário hoje. Dia Feliz para ele também, que andou de Suzuki, a linda Pepsi, com Schwantz e que lhe deu sua primeira vitória.

Mário Barreto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.