Sétimo para Haslam na corrida 1 em Aragón, Bautista cai enquanto lutava pelo pódio

Na primeira corrida de hoje da quinta rodada do Campeonato Mundial de Superbike de 2020, Leon Haslam cruzou a linha em sétimo, enquanto Alvaro Bautista, infelizmente, caiu enquanto lutava para manter o terceiro lugar.

No início do dia, a equipe estava a caminho do último treino livre, sessão em que Haslam e Bautista conseguiram melhorar em mais de meio segundo os seus melhores tempos de ontem.

Na importantíssima Superpole que se seguiu, Bautista e Haslam ficaram em terceiro e quinto lugar nas primeiras etapas com o pneu de corrida. Mais tarde na sessão os pilotos voltaram à pista com a solução de qualificação, um pneu que garantiu performance apenas para uma volta. O piloto espanhol estabeleceu um rápido 1m49,217s para terminar em quinto lugar, enquanto Haslam estabeleceu uma melhor de 1m49,332s, que o viu se classificar apenas um décimo de segundo atrás de seu companheiro de equipe na sexta posição.

Os pilotos da Equipe HRC alinharam-se assim na segunda linha do grid para a primeira corrida do fim-de-semana, que começou às 14h00 locais. Bautista posicionou-se em quinto na primeira volta, enquanto Haslam estava em oitavo. O espanhol conseguiu subir para quarto no início, de onde pressionou para tentar agarrar o terceiro classificado, ultrapassando-o na sétima volta. Alvaro lutou para defender o terceiro lugar nas fases posteriores, mas infelizmente uma queda na volta 15 pôs fim a todo o seu árduo trabalho até aquele momento. Haslam manteve-se em oitavo na primeira metade da corrida, lutando como parte de um pequeno grupo antes de passar para o sétimo lugar na décima volta. Continuando a lutar e a trocar de lugar com os pilotos imediatamente à sua volta, o piloto britânico acabou por impulsionar a sua CBR1000RR-R Fireblade SP na sétima posição para marcar pontos mais importantes no campeonato.

A equipe HRC estará de volta à pista amanhã para a corrida de Superpole de 10 voltas e a segunda corrida de Superbike de 18 voltas.

Leon Haslam 91 – 7º

“Uma corrida desafiadora hoje. O fim de semana tem estado melhor e temos sido mais consistentes nos treinos, mas na corrida lutei desde a primeira volta, especialmente com o pneu dianteiro. Eu estava realmente tendo que controlar minha pilotagem e os tempos de volta não eram tão bons quanto os que vimos durante os treinos. Lutei com Sykes e Lowes e terminei em sétimo, mas, honestamente, estava antecipando um resultado nos cinco primeiros, como indicava nosso ritmo no fim de semana. Espero que possamos resolver alguns dos problemas antes das corridas de amanhã e veremos o que podemos fazer. ”

Alvaro Bautista 19 – DNF
“Em primeiro lugar quero pedir desculpa à minha equipe, mas queria muito fazer um bom resultado. Fiz um bom início de corrida e nas primeiras voltas estava melhor do que no início das outras corridas, o que foi muito positivo. Em termos de ritmo, consegui ficar bem perto dos favoritos, Rinaldi à parte. Estive lá a lutar pelo pódio durante a melhor parte da corrida, mas nas fases finais comecei a ter problemas para mudar de velocidade em certas curvas e a certa altura, isto fez-me correr ao lado, o que permitiu a Davies passar. Eu sabia que estava no limite, mas tentei defender minha posição e infelizmente caí. Por um lado, estou com raiva de mim mesmo por não me conformar com o quarto lugar, mas, por outro lado, eu teria ficado com raiva se não tentasse empurrar para o terceiro. Lamento muito pela equipe, é claro, pois eles não mereciam esse resultado. Precisamos nos concentrar nos aspectos positivos, já que estamos lá lutando e também conquistamos nossa melhor posição no grid até agora nesta temporada, e amanhã temos mais duas oportunidades de demonstrar nossa determinação e trabalho duro. ”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.