Finalmente Viñales!!!

E o MotoGP continua nos dando alegrias. Hoje o resultado não foi surpreendente, afinal Vinãles é o piloto número 1 da Yamaha Factory e largou da pole position. Mas a corrida teve suas emoções.

Menos para os fãs do Valentino, que levou um estabaco e praticamente saiu da prova. Para estes não há campeonato mundial, é Copa Rossi.

Vinãles largou bem, o que não é tão comum, e meteu um ritmo forte. Porém, Bagnaia, na moral dentro da Ducati, veio babando e em um errinho do espanhol, meteu por dentro e levou a ponta. Chegou a abrir 1 segundo e meio, mas faltando dez voltas Vinãles começou um duelo a distância, metendo pressão na Ducati. Na entrevista do parque fechado Maverick Viñales disse que após o erro resolveu salvar um pouco de pneus para o final e há motivos no cronometro para acreditar nisso, pois com 9 voltas faltando ele estava virando mais rápido que Bagnaia e a diferença estava caindo, já em um segundo.

Talvez nunca saberemos, mas afinal Bagnaia perdeu a frente e entregou a vitória para Maverick, que não errou mais durante toda a corrida. Sem pressão ele talvez não caísse, Pecco estava tendo que dar tudo.

Maverick e a Yamaha tiraram um peso enorme das costas e agora Quartararo e Vinãles estão nas cabeças do campeonato. É a favorita, mesmo com os problemas de motor que enfrenta. Primeira vitória de Viñales no ano, a vitória “certa” para a Yamaha. Vitória de Quartararo é semi-certa.

Em segundo chegou Joan Mir, novamente virando rápido e bonito, enfiando sua Suzuki, a cada dia mais competente, em buraquinhos impossíveis para outras motos. O dia que ele e Rins aprenderem a largar direito, ou a classificar decentemente ou ainda fazer boas voltas no início da corrida, a Suzuki vai ganhar mais corridas. Além do título de mais bonita na pista, de longe, poderá ganhar um campeonato.

Herdando a posição de Quartararo, punido na última volta por passar na linha verde, chegou um satisfeito Pol Espargaró. Enquanto teve pneus segurou legal a posição, mas a KTM não tem ainda a quantidade de dados das outras motos, e a sua suspensão White Power também não. Aliado a isso, a moto é forte e usa seu motor para compensar inferioridades em outras áreas, isso mói pneus. Mas estamos vendo que a moto tem recursos de regulagem mecânica e eletrônica, e seus técnicos sabem usá-los. Todas as KTM’s melhoraram muito do fim de semana passada para este, mais do que todos.

Quartararo fez uma bela corrida, cabeça no lugar. Pelos treinos, era a terceira Yamaha em ritmo, atrás do Viñales e de Morbidelli. Não quis cair de novo, controlou, não se debateu até a morte com Pol, e iria chegar em terceiro. Passar como Mir  fez, só de Suzuki no momento. Achei a punição exagerada, quase uma sacanagem, mas regras são regras.

Digno de muita nota foi também o progresso de Alex Marques. Virou rápido, foi o mais rápido no Warm-up e chegou top 10. Finalmente um lampejo de que com mais conhecimento ele vai chegar lá. Foi assim nas outras categorias, ele é progressivo.

Kkkkk, desempregado e com uma marca de ferradura, ou seja, quem chutou é um burro.

Para encerrar vamos analisar a situação da Ducati. Quase minha especialidade. Bem, quem é o líder do campeonato? Dovi. Qual foi a Ducati mais bem classificada na prova de hoje? Dovi. Correndo o mais devagar possível. Com sua política desastrada de gerenciamento da equipe, a Ducati aposta tudo em Bagnaia, que segundo Gigi “tem um estilo pendurado na moto que resolve o problema de curvas”, kkkk, hoje não resolveu. Está de mal com Dovi que corre com um DESEMPREGADO na bunda só de sacanagem, está de mal com Petrux, que assim que foi demitido para o ano que vem deve estar andando com o refugo do Tito Rabat. Miller também não deve estar o mais feliz, pois só se fala de Bagnaia, mesmo com ele com melhores resultados. E sobrou para o Zarco, pois com esta ânsia de de provar que a moto é boa e que o problema é Dovi, deram tudo para Bagnaia e ele voltou a ter uma moto ruim e se arrastou lá atrás brigando com Bradley Smith. Patético. Só rindo. Como já disse Puig, muito dinheiro para pouco resultado.

Dovi só ri.

Parabéns Yamaha e Maverick Viñales, linda prova. Parabéns Dovi, sai líder do campeonato.

Mário Barreto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.