A parada da Suzuki

Então amigos, todos pegos no susto com o anúncio da parada da Suzuki, anunciada no final da última corrida, mais ou menos confirmada esta semana, para 2023.

https://www.suzuki-racing.com/motogp/SUZUKI-ANNOUNCEMENT.138681.cms

Porque mais ou menos confirmada? Porque como a Dorna se adiantou a falar, existe um contrato assinado da equipe para permanecer até 2026, de forma que existem condições para esta saída. Assim o comunicado da Suzuki diz que está trabalhando para a POSSIBILIDADE de parar, porque as negociações estão em curso.

A Dorna não quer que a Suzuki saia, ao contrário, queria que a Suzuki crescesse e colocasse um time satélite na pista.

E o pior, a Suzuki também não quer sair, ela quer GASTAR MENOS. Ora, isso é fácil, mas a Suzuki não conseguiu.

Não é a toa que a Suzuki é a moto mais bonita na pista. Muito disso vem do fato de que é a que tem menos patrocinadores. A moto corre com um SUZUKI imenso na lateral, em uma pintura muito bonita. Porque a Suzuki não tem um grande patrocinador? Não sabemos. Pode ter sido uma decisão deles, de apostar na própria marca, pode ter sido incompetência de um gerenciamento comercial, mas o fato é que a Suzuki banca quase que sozinha o seu esforço de corrida.

Compare com a Ducati, que tem a moto tomada de patrocínios e quase nem tem escrito Ducati na moto. Ou a Honda Repsol, ou Red Bull KTM, ou a Monster Yamaha…

Pois bem, não se duvida das capacidades financeiras da Suzuki combalidas, mas também não se duvida de que as motos são boas e os pilotos idem. Seria uma perda muito grande para o circo do MotoGP.

Então o que eu vejo acontecendo, baseado em pitacos daqui e dali que estou lendo e minha própria experiência? Eu vejo que a Suzuki quer montar uma equipe satélite, SEM TER uma equipe de fábrica. Livio Suppo montaria uma equipe satélite, com patrocinadores que ele arrumaria, a equipe estaria apta a receber os 5 milhões de euros que a Dorna destina para estas equipes, e a Suzuki forneceria as motos.

Isso economizaria uma caminhão de dinheiro para os japoneses. Hoje li também que John Hopkins e sua American Racing Team estariam dispostos a investir mais, e fazer uma equipe americana Suzuki, tipo um upgrade de sua equipe de Moto2.

Acho que é isso que está sendo arranjado. A Suzuki investiu muito e tem uma equipe competitiva e forte, atraente para quem quer investir neste negócio de corridas de moto. A Suzuki tem os slots no grid garantidos por contrato até 2026, é tudo uma questão de dinheiro.

Aguardemos…

 

Gostou? Então gaste alguns segundos para ajudar o Mário Barreto no Patreon!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

um + 20 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.