Quartararo confirma favoritismo e domina Jerez!

MotoGP produz o melhor espetáculo motorizado do Sistema Solar, mesmo com alguns comentaristas atuais fazendo toda força do mundo para estragar.

A quantidade de variáveis imprevisíveis é  gigante, simplesmente coisas acontecem!

Pela vitória domingo passado, pelos treinos, pela pole position, Quartararo era o favorito natural. Ele está muito bem consigo mesmo, com a moto, com a equipe, com a Yamaha. Ele parece errar muito pouco, mexe-se pouco na moto, não abre a perna nas curvas, feito para a Yamaha.

Viñales está ferrado e já está eclipsado pelo francês. Viñales é rápido, talentoso, estreou na Yamaha vencendo, mas vacila. Erra muito, errou hoje de novo. E levou baile de Valentino Rossi nas freadas, Viñales não é piloto de freadas fortes e de disputa quando tem que forçar a barra. Em minha curtíssima carreira de piloto, 2 provas, aprendi que quando vc está um tiquinho mais rápido do que o piloto na sua frente, tem que fazer uma certa grossura para ultrapassar, senão não vai. Quase não foi hoje. Velocidade o espanhol tem, mas precisa cuidar da cabeça. E como disse o grande Alex Barros em seu comentário, do físico. Na entrevista do Parc Fermé ele estava bufando mais do que Valentino Rossi e Quartararo.

Valentino Rossi arrebentou hoje, estava muito precisando de uma grande corrida. Teve hoje. Não tinha ritmo para chegar onde chegou, segurou todo mundo e permitiu que Quartararo chegasse longe na frente. Largou muito bem, andou o máximo que pode, não cometeu nenhum erro, deu canseira nos moleques em um dia excepcionalmente quente. Jerez é uma pista difícil de ultrapassar e ele se defendeu usando os freios e toda a experiência. Deu sorte, mas isso é normal também, ela nunca o abandonou. Pecco quebrou motor, Morbidelli também. Pecco já estava na sua frente e Morbidelli estava mais rápido e iria ultrapassá-lo. Merecia mais o segundo lugar do que o Viñales, que é vacilão e está levando passeio do Quartararo com moto pseudo satélite. Na entrevista Rossi, que é gênio de marketing (The Doctor) disse muito bem, “Para mim este pódium é como uma vitória”. É mesmo. Revigora seus fãs, revigora-se.

Digo pseudo satélite porque desde o que andou ano passado, e que fica gravado nos computadores da Yamaha, desde a confirmação como piloto de fábrica para 2021 e desde a vitória domingo passado, Quartararo tem uma M1 Full Factory e conta com o mais alto nível de suporte que a Yamaha consegue oferecer.

A nova geração chegou chegando. Hoje por pouco teríamos um pódium com Fábio Quartararo, Pecco Bagnaia e Morbidelli. Incrível né?

O calor de hoje parece que foi um fator determinante, pois quebras de motores podem ser atribuídos ao calor, bem como as múltiplas quedas com saídas de frente, o grip estava “esquisito”, muita gente caiu lá prá trás.

Muito boa a corrida de Nakagami, um excelente quarto lugar que é inédito para ele. Mais umas 3 voltas ele daria o bote no Valentino. Prá vcs verem qual a diferença que faz o apoio de fábrica no setup destas complexas motos de GP. Com MM e Cal fora de combate, o próximo piloto inteiro em condição de defender a Honda e atrapalhar a Yamaha é o japonês. Com Alex Marquez não se pode contar ainda. Sendo assim, o HRC deve ter concentrado no apoio ao Nakagami e vejam o resultado.

Lembro-me de quando Valentino Rossi quebrou a perna e a Yamaha precisava que Colin Edwards atrapalhasse Nick Hayden o mais possível. Imediatamente Colin fez pole position e disputou a prova até a última curva com Nick. Para fazer merda. O fato é que até este episódio Colin mal chegava no quinto lugar. Raramente as fábricas conseguem ter 2 pilotos realmente de ponta, como a Yamaha com Lorenzo e Rossi consegui algumas vezes, ou a Ducati com Lorenzo e Dovi.

As Ducatis Pramac estavam bem acertadas, a de Pecco visivelmente mais no chão do que a de Jack Miller. Jack vinha segurando um bom ritmo até que foi passado por Pecco e tentou seguir o ritmo de um conjunto que estava acima do seu, não deu, foi para o chão. As Ducati oficiais eu nem vi na pista e não consigo saber como estavam. Petrux levou um estabaco e nem mostraram direito, a TV brasileira e sua esquadra nem comentou. Dovi fez o que se espera dele, uma corrida cerebral. Para quem largou de onde largou, um sexto é quase uma vitória.

Dovi, Rossi, Lorenzo, são “pilotos de GP”. Foram criados em equipes de fábrica e tem a pretensão e expectativa de acertar a moto até o último segundo. Eles não começam a se adaptar ao “que temos para hoje” antes do warm-up. Eles entram para ganhar e sabem que sem uma moto acertada não rola. Para eles não basta fazer uma boa corrida, eles não se conformam com uma moto com problemas. Sendo assim eles quando não conseguem acerto nos treinos e largam mal, geralmente na corrida fazem melhor, porque somente aí eles botam o talento prá fora e extraem da moto o melhor que ela tem. Piloto de equipes mais pobres, ou que vem do SBK, são mais acostumados a andar com motos imperfeitas e já no sábado percebem que a equipe não vai tirar coelhos da cartola. Como foram Stoner, Barros e outros. Espero ter-me feito entender…

Faltam ainda 11 provas pelo calendário proposto. Com 50 pontos de vantagem sobre MM, Quartararo está em ótima posição para ser campeão. Mesmo que MM volte e vença a maioria das próximas provas, como a diferença entre primeiro e segundo é de apenas 5 pontos, ele precisaria de 10 corridas para zerar esta diferença. E se ele tem condições de vencer 10 corridas, Quartararo também tem de chegar em segundo em todas. Como eu disse acima, no MotoGP tudo pode acontecer.

Não é de hoje que sou fã de Alex Barros e a Fox marcou um pontasso com aço ao convidá-lo para comentar as corridas. Impecável. O Sr. Alex Barros, um dos melhores pilotos de motovelocidade de todos os tempos, vencedor de corridas nas categorias 500 2T, MotoGP e WSBK, faz seus comentários com humor, com muita humildade. Fez vários comentários sobre as situações vistas na pista. “Olha, me pareceu”, “talvez seja esta ou aquela característica”. O outro comentarista não, afirma com toda certeza do mundo que foi um pelinho maroto. É duro. Paradoxalmente, estas mesmas características de Alex Barros talvez o tenham prejudicado algumas vezes em sua brilhante carreira, pois para ser campeão do mundo em cima de Doohan, Rossi, Roberts e outros monstros, tem que ter uma personalidade mais de briga.

Bela corrida, parabéns Petronas SRT, parabéns Yamaha. 3 Yamaha no pódio é algo que não acontece desde Philip Island em 2014, com Rossi, Lorenzo e Bradley Smith, informou-me neste momento por WhatsApp o nosso enViado especial André Bertrand.

Agora vou ler o que aconteceu e os releases de imprensa. Não gosto de contaminar minhas colunas com muita informação, concentro-me no que eu já sei e vi.

Abraços
Mário Barreto.

Um comentário em “Quartararo confirma favoritismo e domina Jerez!”

  1. Mais uma vez pude ver a corrida através dos seus comentários. A Fox está perdendo tempo em não contratar você para o time deles. Abraços

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.