“As aftas ardem e doem”, disse Quartararo!

Ah… a corrida foi previsível, mas nem por isso chata como o Nelsinho escreveu prá mim.

Ontem eu escrevi para os meus amigos isso:

“Ahh… e nosso amigo Fabio Quartararo caminha para botar no cú de nossas amadas Ducati’s novamente. Não fez a pole, não bate recorde da pista, mas pelo ritmo que apresentou no FP4 vai correr para segundo ou primeiro. Se chegar em segundo vai dar 5 pontos sobre os mais de 60 que tem sobre Bagnaia. A Ducati é foda, é de arrepiar os cabelos, bate recorde mas é isso, Quartararo sozinho tá metendo a porrada em todas. Enea é a Ducati mais próxima, pertinho de Zarco, que não ganhou nenhuma prova no MotoGP até hoje, mas tá lá, marcando pontos e em quarto no campeonato. Enea larga lá de trás e Zarco não tem gás para andar mais do que Quartararo e sua Yamaha. Quem poderá chegar junto chegando será Aleix Espargaró, que está PUTO com o seu vacilo, com raiva e vem rasgando. Bagnaia é favorito para amanhã (na ausência do dono da pista, Marc Marquez). Precisa ganhar e a moto parece boa. Quartararo tá de boas, como diria minha filha, segundão tá ótimo e vai fazer uma corrida de botar pressão no Bagnaia, que como sabemos, racha sob pressão. Se conseguir a ponta na largada pode até ganhar. Aleix vem para terceiro de novo. Desta vez não veremos Rins vindo chegando e caindo no final, pois está bichado. Mir vai fazer isso e ficar ali brigando com Zarco. É o que prevejo para amanhã.”

Linguagem de WhatsApp, com palavrões, não é linguagem de Blog, kkkkk, mas é isso. Quase tudo se confirmou:

1 – Quartararo mandou ver prá cima das Ducatis (botou no c* em linguagem de WhatsApp)

2 – Bagnaia rachou sob pressão

3 – Zarco não teve gás para chegar no compatriota

Errei no Aleix chegando em terceiro, por pouco, e em Mir chegando, caiu.

A Yamaha melhorou muito a sua aceleração. Não é a moto que mais acelera ainda, nem será, mas melhorou muito. Defende-se melhor nas retas e tem largado bem. Seu programa de largada deve estar muito bem programado e Fabio Quartararo tem se mostrado um bom largador. Muito melhor do que Viñales, que largava de marcha ré, lembram?

Pois bem, o francês botou prá quebrar na luz vermelha e liderou de ponta a ponta, no estilo Marc Marquez de vencer na Alemanha. Melhor volta, fez valer o seu ritmo de prova, que era o melhor. Quartararo está soberano na pista. Todos os pilotos estão vendo que ele não tem a melhor moto e que está arrancando estes desempenhos na unha, e isso está construindo uma moral incrível em volta dele. Já está entrando com meia corrida no bolso. Um momento psicologicamente muito bom para ele.

Bagnaia até tentou uma vez, levou um X e logo depois traseirou a moto, jogou no chão e disse adeus a prova e, provavelmente, ao campeonato. Na mesma volta caiu o Mir. Um momento psicologicamente muito ruim para Bagnaia, que ainda deve sofrer com a pressão da Ducati, a pior do paddock.

Daí a prova ficou realmente um pouco monótona, com eu pensando apenas se Viñales teria coragem para passar o Aleix Espargaró. Nem precisei ficar muito na dúvida, porque logo depois ele foi passado pelo Miller e abandonou a prova com a traseira da moto travada na posição mais baixa, que eles usam na largada e nas retas. Deu chabú. Uma pena, pois estava sendo a sua melhor apresentação na Aprilia até hoje.

Miller, livre da pressão na Ducati, vai andar de KTM ano que vem, correu livre leve solto e mesmo pagando volta longa, chegou em terceiro após botar pressão no Aleix. Esta pista é ruim de ultrapassar uma moto que acelera bem, e a Aprilia acelera bem. Botou pressão até o Aleix errar e levou de boas o terceiro lugar no pódium.

A Honda devia ter botado o Marc Marquez com o braço enfaixado para correr, ele pegaria um sexto no mínimo… O resto do squad não está com nada e estão enxovalhando o manto sagrado de Doohan. Primeira corrida em anos que a Honda não marca pontos. Nakagami caiu (de novo), Pol abandonou com problemas na moto (Nelsinho me disse que a TV americana disse, kkk, que estava cozinhando o pé esquerdo por um problema no motor), e Alex Marquez parou não sei porque. Bradl chegou em décimo sexto e último. MM com um braço só faria melhor. A Honda tem que mudar tudo para 2023.

O resto eu nem vi direito, não mostraram. Brad Binder veio de trás e estava andando bem, mas a KTM de forma geral está decepcionando muito. As outras Yamahas eu nem vi na pista. Na “copa Ducati”, está dando Yamaha na cabeça.

Semana que vem tem mais. Parabéns Yamaha do Quartararo, corridaço. Mão na taça.

 

Gostou? Então gaste alguns segundos para ajudar o Mário Barreto no Patreon!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

4 + 4 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.