Scott Redding domina a SuperPole Race e termina a Race-2 no pódio (P3). Chaz Davies cai a 6 voltas do fim após uma corrida sólida

Scott Redding vence a primeira Superpole Race da temporada e termina em terceiro na Race-2. Chaz Davies faz progressos importantes, mas não encontra as sensações na Corrida-2 e cai a seis voltas do final quando estava na quarta posição.

Redding reage da melhor maneira ao acidente na Corrida-1 e consegue vencer a Superpole Race ao final de uma corrida perfeita. A largada dos britânicos na Race-2 é excelente e permite que ele permaneça na liderança até a 7ª volta, quando se envolve em uma luta dura com Rea (Kawasaki) e Rinaldi (Ducati). Redding tem de gerir o pneu macio e a cinco voltas do fim tenta puxar para voltar à luta pelo primeiro lugar, mas tem de se contentar com o terceiro degrau do pódio.

O domingo de Chaz Davies começou com grande confiança graças ao excelente warmup e ao quinto lugar na Superpole Race. Chaz começa bem na Corrida-2 e imediatamente ataca Bautista (Honda) pela quarta colocação. Após a queda do espanhol, Davies tenta diminuir a diferença com o grupo do pódio, mas a seis voltas do final perde a frente e cai.

Classificação do campeonato | 6 principais
P1 | 243 – J. Rea (Kawasaki)
P2 | 207 – S. Redding (Aruba.it Racing – Ducati)
P3 | 147 – T. Razgatlioglu (Yamaha)
P4 | 141 – C. Davies (Aruba.it Racing – Ducati)
P5 | 133 – M. Van Der Mark (Yamaha)
P6 | 131 – M. Rinaldi (Ducati)

P3 – Scott Redding (Aruba.it Racing – Ducati)
“Tivemos alguns problemas neste circuito. Disse que não estava particularmente feliz por correr dois fins-de-semana consecutivos na mesma pista, especialmente porque quando se começa com alguns problemas é sempre difícil encontrar a solução final. tentei correr com borracha macia mas não foi uma boa escolha porque desde o meio da corrida tive problemas de aderência. De qualquer forma, ainda estamos na corrida para ganhar o campeonato. É claro que teremos de melhorar, mas iremos não desista e vamos continuar a trabalhar intensamente com a equipa e todos os rapazes da Ducati Corse ”.

DNF – Chaz Davies (Aruba.it Racing – Ducati)
“Começámos bem hoje porque as sensações no warm-up foram muito boas e o ritmo de corrida permitiu-me ser incisivo na SuperPole Race. Infelizmente, não consegui chegar ao pódio que me permitiria largar da frente linha na corrida-2, mas a sensação ainda era positiva. Por esse motivo, não consigo entender o motivo dos problemas de aderência que tivemos desde o início da corrida-2: talvez a temperatura mais alta tenha afetado, talvez o pneu “0” não funcionou no seu melhor. Teremos de perceber o que aconteceu. É muito frustrante fechar o fim-de-semana com uma queda “.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.