Repsol Honda Trial Team, tudo pronto para começar a mais estranha das temporadas

O 2020 TrialGP World Championship começa no próximo fim de semana no resort Isola 2000, na França. Devido à pandemia do COVID-19, o certame contará com muitas mudanças às quais a atual campeã Repsol Honda Team terá de se adaptar.

COVID-19 afetou a temporada do Campeonato Mundial TrialGP em 2020. A abertura da temporada originalmente programada em maio foi posteriormente adiada para setembro. Dos sete eventos previamente programados – um total de nove tentativas com pagamento de pontos – o calendário foi reestruturado para uma série de quatro eventos de dois encontros.

A Repsol Honda Team, formada pelo atual campeão mundial Toni Bou e Takahisa Fujinami, terceiro colocado na edição anterior do campeonato mundial, vai finalmente iniciar a temporada outdoor de 2020 na França no próximo fim de semana. O evento, realizado na estação de esqui Isola 2000, contará com novos regulamentos e modificações decorrentes da crise do COVID-19.

A principal novidade para 2020 será um novo sistema para as provas, com o percurso de competição agora apresentando apenas 10 seções em três voltas (anteriormente as provas eram 15 seções em 2 voltas). O Coronavirus forçou as autoridades da corrida a fazer de cada dia do evento uma competição separada com pontuação, cada uma contando para o campeonato (sábado e domingo). Além disso, o dia de qualificação antes de cada uma das competições foi cancelado por completo.

A temporada será intensa para a Repsol Honda Team. Começa em 5 e 6 de setembro em Isola 2000, França e continuará nos dois finais de semana seguintes, primeiro em Pobladura de las Regueras na Espanha, seguido pelo evento habitual em Sant Julià de Lòria, Andorra. O campeonato termina no segundo fim de semana de outubro em Lazzate, Itália. Todas as corridas serão realizadas em circuitos off road fechados.

O cronograma de competição para o TrialGP francês levará meia hora a mais do que as outras datas do calendário, enquanto os cronogramas das atividades anteriores serão mantidos: Controle Admin e Verificações Técnicas (das 14h00 às 14h30), Prática Oficial ( 14:30 às 16:30) e Inspeção da Seção do Piloto (16:30 às 19:00 horas). Nos dois dias de competição o primeiro piloto partirá às 09h30, com o fim da prova a chegar às 15h45 e o pódio às 16h15 (nas restantes provas às 15h45).

A Repsol Honda Team aplicou uma série de medidas de prevenção do contágio do COVID-19. Para isso, a equipe cumprirá diversas recomendações médicas, como instalação de dispositivos de gel hidroalcoólico nas áreas de hospitalidade, uso de máscara em todos os momentos e manutenção de um distanciamento seguro sempre que possível.

Toni Bou

Toni Bou

#1

Mal posso esperar para começar. Estando inativos por tanto tempo, começamos a sentir muita falta das corridas. As sensações são muito estranhas, e imagino que para todos será igual. Felizmente, tenho conseguido treinar e acho que estou em forma e realmente ansioso para voltar ao normal. Vai ser um ano muito diferente, sem dúvida, com um campeonato muito curto e as provas muito próximas: vai ser muito difícil. Qualquer fiasco pode complicar as coisas, por isso vamos tentar manter o foco. O importante é não cometer erros. Por outro lado, as provas são quase todas em altitude, o que torna as coisas ainda mais difíceis.
Na Repsol Honda, seguiremos um protocolo anti-COVID muito estrito para estar o mais seguro possível, entre nós mas também nos países onde estamos.

Finalmente, a nossa intenção é continuar com o ímpeto que tínhamos antes do intervalo, o que nos ajudou a conquistar o título de X-Trial. Esperamos continuar nesta pista, mas sabemos que vai ser difícil.

Takahisa Fujinami

#3

Este ano é estranho para todos e ainda mais para mim porque costumo fazer algumas corridas indoor e em 2020 não participei de nenhuma! Então, estou realmente ansioso para começar. Estou muito motivado para esta primeira corrida. Eu me preparei muito para isso. Treinei muito e me concentrei em fazer uma boa temporada no Campeonato Mundial de TrialGP. Será a minha 25ª temporada consecutiva na competição. Acho que ao longo de todos esses anos, sempre andei em um nível alto e essa meta continua a mesma para 2020 também. Diria que me sinto muito bem, tanto física como psicologicamente, e também acho que fizemos um excelente trabalho com a moto. Trabalhei muito nesse período. Eu realmente quero começar a temporada agora!

Um comentário em “Repsol Honda Trial Team, tudo pronto para começar a mais estranha das temporadas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.