Radar na nova Ducati MTS V4

Borgo Panigale (Bolonha, Itália), 6 de outubro de 2020
Começou a produção da Multistrada V4 na fábrica da Ducati em Borgo Panigale: a primeira motocicleta a usar tecnologia de radar dianteiro e traseiro. A Multistrada V4 marca uma virada histórica para o fabricante de motocicletas com sede em Bolonha e será apresentada oficialmente em 4 de novembro.
Para a quarta geração da Multistrada, a Ducati desenvolveu um novo motor V4 leve e compacto, projetado para atender às necessidades de uso “aventureiro” sem descuidar da emoção e da esportividade. O redesenho completo permitiu atingir intervalos de manutenção recordes para o mundo das duas rodas. Todos os detalhes deste novo motor serão revelados no dia 15 de outubro.
A Ducati traz radares nas motos de produção, confirmando o que foi antecipado em 2018 (link para o press release de abril de 2018 aqui). A adopção destes sistemas promete ser uma verdadeira revolução para o mundo das duas rodas, marcando um novo patamar de excelência em termos de conforto e assistência na condução, especialmente em viagens longas em auto-estrada.
Os radares são sistemas de ajuda avançados, capazes de oferecer suporte e tornar a condução mais confortável graças à capacidade de reconstruir a realidade que cerca a motocicleta. O interesse da Ducati por este tipo de sistema remonta a 2016, quando a Empresa trabalhou em colaboração com o Departamento de Eletrônica, Informação e Bioengenharia do Politécnico de Milão para experimentar este tipo de sistema. Esta primeira experiência confirmou a aplicabilidade deste tipo de tecnologia a veículos sobre duas rodas e levou a Ducati a criar um pacote completo de assistência à condução através de dois radares que, em quatro anos, foi desenvolvido e produzido em estreita cooperação com Bosch, um parceiro de tecnologia de alto nível, e vê sua primeira aplicação na nova Multistrada V4.
Cada radar tem dimensões compactas (70 x 60 x 28 mm, semelhante a uma câmera de ação moderna) e se integra perfeitamente à moto, pesando apenas 190 gramas.
O radar posicionado na frente do veículo controla o funcionamento do ACC (Adaptive Cruise Control), que por meio de frenagem e aceleração controladas ajusta automaticamente a distância (selecionável em quatro níveis) de outros veículos ao andar a uma velocidade entre 30 e 160 km / h. Este sistema derivado de carro foi evoluído e desenvolvido de acordo com a dinâmica e ergonomia de um veículo de duas rodas. Em particular, a autoridade do sistema em termos de desaceleração e aceleração foi limitada a fim de garantir que o piloto possa manter o controle constante do veículo em qualquer situação. O sistema permite uma condução mais confortável, especialmente em viagens longas em autoestradas.
O radar traseiro, por outro lado, é capaz de detectar e reportar veículos posicionados no chamado ponto cego, ou seja, a área não visível diretamente pelo piloto ou através do espelho retrovisor. O sistema BSD (Blind Spot Detection) também sinaliza a aproximação por trás de veículos em alta velocidade.
Para sublinhar o valor técnico-científico do projeto de pesquisa, realizado em conjunto por engenheiros e pesquisadores da Ducati e alunos de graduação do Politécnico de Milão, um pedido de patente relativo aos algoritmos de controle deste sistema foi depositado em maio de 2017. Em junho de 2017, a publicação científica apresentada no IEEE – Intelligent Vehicles Symposium (IV) em Redondo Beach, Califórnia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.