Alex Marquez vence a sprint race na Inglaterra

Uma corrida diferente. A começar pelo vencedor, Alex Marquez, que nunca tinha vencido no MotoGP. Diferente porque os campeões mundiais Bagnaia (14o), Marc Marquez (18o), Fabio Quartararo (21o) e Joan Mir (17o) chegaram lá atrás… bem longe.

Pista molhada, Jack Miller largou para a ponta, mas não conseguiu ficar lá por muito tempo. As KTMs, que em teoria são boas de chuva, hoje ficaram devendo. Miller e Binder chegaram em sétimo e nono, respectivamente, o que é ruim para eles. Mas um oitavo para o Augusto Fernandez, já foi bom.

As Ducatis GP22 reinaram na pista, com a vitória do Alex Marquez, que fez uma corrida impecável, seguido pelo Marco Bezzechi. A primeira GP23 foi a de Zarco, em quarto, fazendo a sua já tradicional recuperação de final de prova.

As Aprilias até vieram bem, mas nunca ameaçaram vencer. Terceiro para o Maverick Viñales teve gosto de vitória e por isso ele estava tão sorridente no final da prova.

Miguel Oliveira fez um bom e invisível décimo lugar e Pol Esparagaró chegou em um bom décimo sexto, pertinho do Morbidelli, a primeira moto japonesa. Eu esperava menos do Pol. Na verdade, duvidei que ele voltasse a correr, é um guerreiro.

As Hondas, todas se arrastando, dizem que mudaram o objetivo nas corridas. MM disse que cometeu um erro no início do ano, vindo para o pau com um equipamento sem condição. Daqui para o final do ano o objetivo é apenas preparar a temporada de 2024. Adquirir dados e fazer testes, não dá para brigar. Meio ano de pista testando, com MM, é uma boa vantagem. A Ducati fez isso em 2006, adiantando os testes meio ano e quando chegou 2007 Casey Stoner veio estrondando.

Sobre a sua corrida, disse Alex Marquez:

“Eu soube imediatamente que eu estava muito bem. Comecei um pouco ‘sonolento’ e perdi algumas posições, mas depois encontrei ritmo e confiança. Rodei bem, apesar de ter cometido um erro na última volta que poderia ter piorado muito a minha vida. Além disso, eu estava no controle e foi emocionante conquistar esta primeira vitória, que dedico primeiro a esta grande equipe.”

Já Bagnaia e a Ducati Corse, não sabe o que aconteceu, vão estudar. Enea Bastianini também não andou como devia.

Que venha amanhã a grande corrida.

Publicitário, Designer, Historiador, Jornalista e Pioneiro na Computação Gráfica. Começou em publicidade na Artplan Publicidade, no estúdio, com apenas 15 anos. Aos 18 foi para a Propeg, já como Chefe de Estúdio e depois, ainda no estúdio, para a Agência da Casa, atual CGCOM, House da TV Globo. Aos 20 anos passou a Direção de Arte do Merchandising da TV Globo onde ficou por 3 anos. Mudando de atuação mais uma vez, do Merchandising passou a Computação Gráfica, como Animador da Globo Computação Gráfica, depois Globograph. Fundou então a Intervalo Produções, que cresceu até tornar-se uma das maiores produtoras de Computação Gráfica do país. Foi criador, sócio e Diretor de Tecnologia da D+,depois D+W, agência de publicidade que marcou uma época no mercado carioca e também sócio de um dos primeiros provedores de internet da cidade, a Easynet. Durante sua carreira recebeu vários prêmios nacionais, regionais e também foi finalista no prestigiado London Festival. Todos com filmes de animação e efeitos especiais. Como convidado, proferiu palestas em diversas universidades cariocas e também no 21º Festival da ABP, em 1999. Em 2000 fundou a Imagina Produções (www.imagina.com.br), onde é Diretor de Animações, Filmes e Efeitos até hoje. Foi Campeão Carioca de Judô aos 15 anos, Piloto de Motocross e Superbike, mantém até hoje a paixão pelo motociclismo, seja ele off-road, motovelocidade e "até" Harley-Davidson, onde é membro fundador do Museu HD em Milwaukee. É Presidente do ForzaRio Desmo Owners Club (www.forzario.com.br) e criou o site Motozoo®, www.motozoo.com.br, onde escreve sobre motociclismo. Como historiador, escreve em https://olhandoacidade.imagina.com.br. Maiores informações em: https://bio.site/mariobarreto

Deixe seu comentário!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.