A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar.

Este título não é meu, é uma das mais famosas frases de de Martin Luther King e está em sua Carta da Prisão em Birmingham, de 16 de abril de 1963, ano em que eu nasci, 54 anos atrás.

Ontem eu e mais 4 amigos, fomos vítimas de uma injustiça terrível que acredito ser impossível de ser reparada.

Fomos todos presos, ao nosso ver de forma absolutamente injusta, também ao nosso ver sem qualquer prova ou materialidade, tivemos nossas motocicletas e celulares apreendidos, teremos despesas e transtornos para nos defendermos disso e só nos livramos da cadeia após pagarmos cada um uma fiança de 5 mil reais.

Para as autoridades de Petrópolis, passear de moto em suas cercanias é “racha”, merece prisão e uma fiança maior do que a de um traficante preso com um carro roubado como neste exemplo que pesquisei rapidamente – http://noticias.r7.com/rio-de-janeiro/rj-no-ar/videos/primo-de-traficante-preso-por-roubo-e-solto-apos-pagar-fianca-de-r3000-16102015

Nosso país, nossas autoridades, nossos julgamentos, procedimentos e tudo mais, são todos “esquisitos”, é impossível não se decepcionar e discordar com quem diz que viver no Brasil neste momento é desperdiçar uma encarnação.

O ForzaRio, clube que presido, combinou um passeio de moto até o Galpão Caipira, no Vale das Videiras em Itaipava – http://mailchi.mp/8fa956b48e4e/caf-da-manh-no-galpo-caipira?e=[UNIQID]

No grupo  de 3 Monsters 1 Diavel e uma X-Diavel, eu e mais um avô, outro senhor de cabelos brancos, outro senhor e apenas 1 jovem. Descrevi as motos porque não são modelos de corrida.

Com a violência contra motociclistas que estamos vivendo, apenas no final de semana retrasada foram 4 motos roubadas de amigos, só é prudente sair para passear em grupos e mesmo assim com perigo. A PRF parece não ter os mesmos recursos para combater o roubo de motos na Washington Luis, que tem para prender “rachadores” na BR-040.

Domingo de manhã cedo subimos a serra e fomos interrompidos pela Polícia Rodoviária Federal no retorno para a entrada de Araras. Estavam em uma operação combinada desde o meio da semana, informações que recolhemos depois na delegacia, onde o objetivo era o de prender motociclistas. Vejam aqui – http://g1.globo.com/rj/regiao-serrana/noticia/prf-apreende-15-motocicletas-em-operacao-contra-racha-na-rodovia-br-040.ghtml

Eu e o ForzaRio sempre apoiamos estas operações da PRF, há abusos nas BR-040 e isso pode ser conferido em um texto que escrevi aqui em 2011 e que foi republicado em outros sites, sobre a operação Pegasus – http://www.motozoo.com.br/?p=28

Apoio, desde que bem feito, desde que dentro da lei, desde que com justiça, desde que prendam quem está fazendo racha.

Infelizmente sentimos na pele esta injustiça. Ninguém quis ouvir nem considerar nada. Estavam todos combinados desde o meio da semana, a missão dada, e cumprida, era a de produzir manchetes de jornal, como vimos acima, dizendo que as autoridades não estão paradas sobre o problema. Os policiais prenderam os primeiros que passaram em velocidade, pois como o procedimento na delegacia é longo, melhor ir logo. Já estava na delegacia o juiz, e o delegado com as acusações de pega prontas, faltando apenas qualificar os criminosos. Aí chegamos nós.

Nosso grupo não estava fazendo pega, a polícia não produziu provas, fotos ou multas dos integrantes, exceto de mim, que fui radarizado a 150 km/h em um ponto escolhido a dedo para a polícia armar a sua armadilha de velocidade, no final da grande descida do Alto da Serra, onde as motos infelizmente embalam um pouco mais. Sem qualquer disputa, passeio mesmo, o que caberia no máximo uma multa, pois a velocidade no trecho é de 110 km/h. Nenhuma medição para os outros. Logo depois todos juntos e lentamente, para que ninguém perdesse o retorno por desconhecimento do caminho, fomos presos, tivemos motos e celulares apreendidos, passamos 14 horas em cana e só nos livramos do PRESÍDIO com o pagamento a vista, em dia sem expediente bancário e sem poder usar os celulares para gerar tokens  ou comparecer em caixas para autenticação biométrica, da exorbitante quantia de 5 mil reais. Agora teremos que voltar lá várias vezes, constituir defesa para uma acusação criminal, comprar novos celulares.

Esta é a medida sócio educativa que as autoridades de Petrópolis receitaram para resolver o problema de rachas na BR-040. Prender o ForzaRio DOC e fazer umas manchetes.

Assim foi o meu, o domingo dos meus amigos. A decepção é enorme, a injustiça maior ainda.

Segundo autoridades de Petrópolis, perigosos.
Segundo autoridades de Petrópolis, perigosos.

Estes processos, dada a sua precariedade de provas, dificilmente alcançará condenações, e isso inclusive nos foi dito na prisão, mas como “já estava combinado” e o objetivo maior era apenas o de gerar as manchetes, o educativo. O nosso sofrimento, de nossas famílias, as aporrinhações e despesas, foram provavelmente considerados pelas autoridades como o preço a pagar, ainda mais que não são eles que pagam.

Vamos a partir de hoje evitar passar por Petrópolis o mais possível, é uma cidade onde as autoridades armam arapucas para motociclistas, onde as autoridades não gostam de motociclistas, onde as autoridades não tem autonomia para ouvir, onde a polícia prende sem provas e os motociclistas são processados sem qualquer consideração.

Recebi de uma amigo uma mensagem atribuída a autoridade da cidade de Petropólis, onde há a ameaça de acusação de prevaricação para todos os que não cumprirem a sua ordem. O terror nas polícias é tão grande que prenderam até um cidadão que estava indo de moto jogar futebol. Perdeu a pelada e só saiu de noite da delegacia.

Não podemos mais ficar a mercê destas injustiças, nosso Estado é lindo e repleto de estradas e localidades bonitas para os nossos passeios. Não se pode mais passear de moto por Petropólis. Como no mesmo texto a autoridade diz que estas operações serão constantes e rotineiras, você certamente será acusado de racha será preso, mesmo que sem provas. Ou então vamos fazer o seguinte, vai um, espera dez minutos vai outro, um de cada vez, para não te acusarem de racha. E rezem para que você não seja ultrapassado por alguém que não esteja no seu grupo, justamente o nosso caso, pois aí você será acusado de estar rachando com este outro motociclista. É surreal, mas verdadeiro.

Vida que segue, vamos nos defender, vamos vencer, vamos andar por outros lugares. Que os eventos e os encontros de Petrópolis definhem até acabarem, mais uma alegria para as autoridades petropolitanas, que nos detestam.

Mário Barreto

 

 

 

62 ideias sobre “A injustiça num lugar qualquer é uma ameaça à justiça em todo o lugar.”

  1. Mario, fico muito. Triste com seu relato, pois só vem a corroborar o abuso autoritário que nosso país vem passando em todas as instâncias. Acho não falta muito pra virarmos outra republiqueta de bananas, já que a Lei é para os amigos e o rigor da lei para os demais.
    Minha sugestão é organizarem um Passeio MONSTRUOSO a Petrópolis, com centenas de participantes de todos os motoclubes do Rio e porque não vizinhos, para enaltecer as belezas da cidade. Claro que devidamente acompanhando pela nobre PRF para garantir a segurança do trajeto. Assim poderam certificar se o ocorrido foi um caso isolado ou uma política mal aplicada a olhos outros.

    FORZA!

    1. Acho Legal essa Ideia de um PASSEIO MONTRUOSO PELA 040 – Que pelo que sei não existe uma velocidade Mínima no Brasil para se trafegar pelas Estradas.
      Então proponho rodar a 60Km/H até Juiz de Fora com 1000Motos fazendo um Buzinaço Daqueles!!!

        1. Então tá nos conformes… A idéia é boa. E pagar o pedágio exorbitante, apesar da obra de duplicação sem previsão de conclusão, com notas de 100 reais, tirando e recolocando luvas…

  2. Lamentável Mario!!! Os conheço bem e sei que essa foi mais uma do nosso país que, sem qualquer chance de recuperação rápida diante de tantas que estamos vendo, apronta contra aqueles que vivem de forma correta e na luta por um dia dia melhor!! Podiam até estar errados mas jamais tirar de vcs os pertences, o que configura mais um abuso!!! Lamentável mais uma vez!!!!

  3. Estou revoltado com essa história Mário. Fiquei sabendo ontem mesmo, voltando de Tiradentes… Poderia ter sido com a gente… 3 motos…todos com suas namoradas… Passamos momentos de medo na WL, que registra roubos diários e arrastão na Dutra…engraçado que para isso a polícia não atua… Valores invertidos, essa é nossa sociedade. Estamos fodidos, pensando seriamente em vender minha moto. Se precisarem de ajuda é só falar. Grande abraço.

    1. É isso mesmo, Forza !! Acompanhei todo o ocorrido, já que um amigo próximo, por acaso um dos mais cautelosos da minha turma, que dificilmente comete excessos, foi também PRESO.
      Mas sinceramente não acredito que apenas evitar ir a Petrópolis ou fazer “motociatas”, vá resolver !!
      O que a PRF e algumas autoridades querem é exatamente que nos afastemos das estradas “deles”… para terem menos trabalho ainda !!
      Como todos sabem… se as autoridades realmente se preocupassem com a segurança da população não teríamos tantos roubos, assaltos… tráfico !!!
      Acho que devemos nos mobilizar atacando as “autoridades oportunistas”, sejam juízes ou “agentes da lei” no ponto fraco deles… que é o que realmente interessa à população: a Falta de Segurança !!!
      Usando a estratégia que usaram nesses caso: Propaganda !!
      Vamos usar todas as mídias que dispusermos para mostrar à população a falta de competência e descaso das nossas “autoridades da estrada”.
      Nós motociclistas …. de pilotos de fim de semana a motoboys, temos é que SEMPRE denunciar, divulgar não apenas entre os colegas motociclistas, mas a todos parentes, amigos, colegas de trabalho… TODAS as ocorrências, falhas e abusos que ficarmos sabendo: Roubos e assaltos a motociclistas, buracos, blitz irregulares, falta de assistência e socorro a acidentados… TUDO !!
      Vamos filmar, fotografar, denunciar nas redes sociais todas as falhas da PM, da PRF, da Civil… todo os absurdos que enfrentamos usando nossas motos para trabalhar ou nos divertir !!
      Vamos mostrar à sociedade que além dos “pilotos irresponsáveis”, há PMs, PRFs, juízes, delegados, também irresponsáveis… cínicos… que só objetivam trabalhar “menos” e se promover quando surge uma oportunidade.
      Câmeras e celulares na mão, motociclistas !!
      Vamos mostrar à sociedade que os vilões não estão só em cima das motocicletas !!

      1. Excelente colocação, e a mais pura verdade ¨autoridades ¨ hipócritas, interessadas na auto promoção e simplesmente no contra cheque no fim do mês, agora realizar o trabalho para o qual foram contratados….

  4. Bom dia Mário
    Eu que estava indo para o meu futebol semanal, saindo do bairro Mosela e indo para areal, e absurdamente fiquei 6 horas na delegacia como vc falou sem celular e precisando correr atrás de 5000 reais em um domingo para não dormir na cadeia.. e ouvir do agente da PRF dizer que tenho a moto errada, pois se não gosto de correr como eu disse e não participo de nenhum grupo. Não tem o porque ter uma moto esportiva.
    Fiquei tão indignado com isso que estou anunciando a minha moto pois não quero nunca mais passar por uma situação nesta na vida

    1. Pois é, existe o preconceito contra as motos esportivas. E de fato é uma situação no mínimo estranha. Hoje são vendidas livremente motos com 200 cavalos de potência e um arsenal de tecnologia que permite que elas andem de forma aparentemente tranquila para o condutor, a 200 km/h. Como existem carros também, que andam a 200 no maior silêncio e conforto. Muitos destes carros inclusive adoram andar na BR-040 para poder “desenvolver”.

  5. Caramba, inacreditável isso, quando não é o bandido, é a polícia.
    melhor ficar em casa e jogar no PS4, porque desta forma é impossível sair de casa. Estado entregue as moscas e quem paga o pato são as pessoas de bem. Minha moto está parada e lá vai continuar, vendê-la é o melhor negócio.

  6. Estavam no lugar errado, na hora errada e velocidade errada. Se tornaram rotineiras, nas manhãs de domingo, as disputas de motovelocidade no trecho de Petrópolis. Motocicletas trafegando a mais de 200km/h. Uma situação perigosíssima para o motociclista e os demais usuários da via. Os moradores dali exigiram das autoridades ações para coibir tal prática. A PRF , como mantenedora da segurança viária, simplesmente, atendeu ao clamor daquela comunidade e promoveu operação específica para fiscalizar e encaminhar quaisquer envolvidos em tal situação (racha). Pude observar duas imagens captadas pelo radar, uma de 182KM/H e outra de 153KM/H. Não considero como simplesmente passear, transitar a essas velocidades.

    1. Não há como discutir a validade da ação, ela é pertinente, a estrada não pode virar um autódromo. Concordo com isso desde sempre. O que acho errado é a PRF pegar um grupo de motociclistas e sem qualquer prova alegar pega, racha, estipular uma fiança altíssima e não considerar a velocidade, a situação, o perfil dos motociclistas, das motos, e levar a abertura de inquérito até o fim, porque parece que já tinha combinado com os jornais a matéria. Injustiça incrível, até o mato da estrada sabe que não há como tipificar o meu passeio como uma corrida ilegal, ou seja, o Estado irá consumir recursos que seriam melhor aplicados em outras áreas, apenas por terrorismo e ameaça da autoridade judiciária e pelo afã de produzir a matéria no dia e hora combinada. Nosso grupo não estava correndo, rachando ou disputando, que alguém tivesse o discernimento para olhar e descartar este grupo. Mas não, estavam todos aterrorizados, amedrontados e obrigados a produzir um flagrante em horário marcado. Lamentável.

      1. Ou seja agentes do estado embora cumprindo ordens também transgredindo a legislação.
        Ou nos tempos atuais abuso de autoridade não é mais crime?
        Lei 4898/65 | Lei nº 4.898, de 9 de dezembro de 1965
        Me parece que uma boa oportunidade para dar uma boa dor de cabeça a essas preocupadas ¨autoridades ¨ petropolitanas lamentavelmente, não serão punidas pecuniariamente pois quem arcará com as possíveis indenizações devidas, será o estado e a união.

  7. Amigo meu compartilhou seu site , e vou mandar o que mandei pra ele. A verdade é uma só , bandido só se dá bem , trabalhador , cidadão honesto , só toma na cabeça. O estado é apaixonado por bandido. Policial tem que atirar no dedão do pé do cara pra tentar ser menos condenado ao se defender. A gente paga ipva , iptu , 500 mil de imposto em pasta de dente , detergente , papel higiênico e se quiser ter segurança tem que por câmera , rastreador , alarme e rezar , porque não pode ter arma pra defender a família e patrimônio , segundo as leis podres e lixos , você cidadão de bem contra um bandido armado , ou PERDE ou MORRE , isso é o certo pra esse País lixo. Se quer saúde , tem que pagar plano de saúde e por aí vai. Manutenção de carro e moto que é feita lá fora pra ser a cada 1 bilhão de quilometros aqui nesse pais lixo de gasolina podre e pistas esburacadas tem que ser a cada 1 quilometro. O estado é um LIXO , um bosta que serve só pra sugar e não dar retorno. Tem que fazer o seguinte , tem que ser proibido venda de moto grande , carro turbo , bi turbo , etc. Se não tem onde andar então proibe a venda então e vamos ficar igual a índia , todo mundo andando de 50cc e se matando. TNC , abssss manooo.

  8. Pais de hipócritas. Autoridades panfletárias. Enfim, reflexo da nossa sociedade. A cidade e talvez a população de Petropolis não tenham nada com isso, mas, nesse caso, quem silencia, ratifica. Assim, além da defesa que os colegas irão promover, aguardo a posição da sociedade local. Enquanto isso farei a minha parte: Meu suado real de passeio será gasto em outro lugar. Talvez em Ouro Preto que guarda a mesma beleza colonial/imperial. Fica a dica. Não nos querem… azar deles!

  9. É lamentável isso. Passei exatamente por essa situação há uns 5 anos atrás e nesse mesmo trecho. Eu e mais dois amigos caímos nessa arapuca deles e ficamos 3 meses com motos e habilitações apreendidas e foi uma baita dor de cabeça na justiça. Esse aliás é o principal intuito deles, gerar despesa e dor de cabeça pra que quem for pego nunca mais passe por lá na vida.
    O juiz da cidade é dono de Harley, e trava uma briga pessoal contra qualquer outro tipo de moto. É um abuso de autoridade sem fim, e ninguém pode fazer nada contra. Afinal é muito mais fácil prender gente de bem, dando rolé de moto, que não vai trocar tiro e nem fugir, do que prender bandido com veículo roubado ou droga e armas. Operação para isso não fazem.
    Infelizmente eu acredito que isso nunca vá mudar, os anos passam e tudo continua como antes.
    O jeito é tomar outros caminhos.

  10. Que absurdo….Tanta coragem para prender Cidadaos Honestos e Mt Covardia para enfrentar Bandidos armados…A Inversao de Valores passou dos Limites…Qd fui assaltado,a menos de 70 mts da Policia,qd cheguei para relatar, ouvi a seguinte Perola…´´ Nos vimos os elementos fortemente armados ,para preservar a sua segurança ,nao reagimos.´´….

  11. Domingo passado, com a alarmante quantidade de motos roubadas, decidi abandonar qualquer passeio que a 040 faça para te do trjeto, o esse evento desse domingo serve para reforçar minha decisão. Espero agora que façam manchete com a prisão dos assaltantes que agem no local.

  12. Simplesmente lamentável, se andamos agrupados estamos praticando rachas, se andamos sozinhos somos roubados. O estado dos Rio de Janeiro é demais regiões está abandonada, onde somos refém dos bandidos,( se ficar o bandido toma, se andar a polícia ” pega”).

  13. Olá Mário, vc está absolutamente correto, é de indignar mesmo, outro dia tb fui parado e minha moto por pouco não foi apreendida por falta da tal antena. Pq eles não vão coibir que vende o cerrou, a linha, a pipa ou mesmo os pais, não, somos nós que tb pagamos!!! Tá brabo ter um pouquinho de distração na nossa cidade maravilhosa!!!

  14. Três amigos foram detidos na mesma operação, onde apena um foi “radarizado” a 143km/h e só foram liberados após o pagamento de 5 mil reais cada levados por mim após fazer uma “vaquinha” com amigos e familiares por não se tratar de dia útil. Minha sugestão é que nós motociclistas passemos a escolher outros destinos, tenho certeza que será um golpe na economia das cidades envolvidas, e assim ganharemos o apoio de comerciantes e moradores. Motociclistas não são bandidos. Chega de criminalizar as motos

    1. Esta é a idéia, vamos nos afastar a área de influência das pessoas que detestam motociclistas e estarão sempre dispostas a armar arapucas e constrangimentos como os de domingo. Existem muitos outros lugares e caminhos.

  15. Será um curto e direto comentário:
    A polícia federal sabe aonde está a mancha criminal e sequer coloca patrulha ou monta blitz na WL para coibir assaltos, inclusive de cargas, mais é mais fácil pegar no final de semana, pais, filhos e os avós em seus passeios pela nossa maravilhosa serra, então aqui fica o registro de um carioca que a partir de hoje não faço a mínima questão de ir nessa cidade que um dia teve seu prestígio e cuidado com seus visitantes, hoje age de forma Covarde com eles! Força a todo grupo!

  16. Meu caro não é só aí na sua região, dependendo da época do mês acho que recebem ordens pra arrecadar o máximo possível, não vejo outra explicação, para quantidade de multas, das quais a maioria, é por causa de placas que são armadilhas, varias marcações de velocidades num mesmo trecho. A indústria das multas só perde para os lucros do bancos.

  17. Para o estado é fácil fazer isso com quem paga seus impostos, que tem endereço fixo. Difícil é correr atrás de bandido…
    Não bastasse isso ainda bem o DENATRAN e proíbe todo tipo de customização de moto. Certamente isso deve ser mais importante que prender motorista bêbado, que dar blitz na periferia onde os bondes de motos roubadas estão a solta, que fiscalizar motorista de caminhão que anda com rebite na cabeça… É o Brasil não tem solução…

  18. Mario, já passei por injustiça semelhante, em 2014, cometida também pela PRF, mas em uma cidade de Minas Gerais. São abusos como esses que fazem que desacreditemos nos órgãos públicos do Brasil.

  19. O procedimento é de Juizado Especial Criminal, vão tentar na audiência que virá, fazerem a transação penal, pois, a pena é de menos de 4 anos, por isto tinha Juiz na Delegacia, o JECrim devia estar armado na DP. Só não entendi ainda a apreensão de celular, pois, isto é excesso. Tem que ingressar com petição para devolução de moto e celular na DP, se não devolverem, Mandado de Segurança para a devolução. São patrimônio e não terão perícia alguma a serem feitas neles. Concordo em que deve ser tirado qualquer evento motociclistico da região, pois, tal situação se presumindo apenas na presunção legal do poder de policia, é errado. Não há prova alguma de “pega” ou “racha”, uma moto acima da velocidade não quer dizer nada. É interessante fazer uma representação na corregedoria da PRF contra os policiais, assim como, na Corregedoria de Policia Civil pelo excesso e forma como conduziu na DP. Esta operação tem que ser investigada pelo MO também. Seria interessante uma petição ao MPFederal e ao MPEstadual, pois, há excesso sim. Foi feita audiência de custódia? Após a prisão? Pediram um defensor público presente?

    1. Audiência de Custódia?
      Não viu que foram soltos mediante pagamento de fiança?
      Juiz presente na DP? Pensei que vigorasse o sistema penal acusatório…
      Podia estar presente o Promotor de Justiça, mas o Juiz?
      Está evidente que os Policiais Rodoviários Federais e os Policiais Civis agiram coagidos por esse Juiz, para não acabarem respondendo a uma injusta prevaricação.

  20. Não vou desistir da minha moto! Companheiros motociclistas não desistam do estilo de moto que mais lhe faz feliz! NÃO FAÇAM ISSO, NÃO VAMOS ACEITAR ISSO, não é o estilo da moto que faz o caráter do piloto, pelo amor de Deus, cada um ao seu estilo, respeitando todos os outros sem descriminação, está clara a incompetência e a parcialidade das autoridades envolvidas neste caso, se houvessem fatos, provas que comprovassem que realmente estavam fazendo racha e colocando a vida deles e de terceiros em risco, não estaríamos aqui revoltados com esta situação, pelo contrário, daríamos parabéns a operação, mas claramente e evidentemente não é o caso, ou todos os veículos que ultrapassarem o limite de velocidade deverão ser apreendidos e seus condutores presos, celulares recolhidos e afiançados? concordo plenamente com os companheiros que citaram acima em relação da terceirização das responsabilidades: antena para pipa Já que o Estado não consegue combater o cerol, diminuir o limite de velocidade e encher de radares já que a soma de incompetência com corrupção, não deixa que o nosso Estado tenha ruas, avenidas e rodovias minimamente decente e seguras, AUTORIDADES BRASILEIRAS, ACORDEM! DEPOIS NÃO SE SINTAM VÍTIMA DA DESAPROVAÇÃO DA SOCIEDADE! SEJAM CORRETOS, TENHAM CARÁTER, DÊEM O EXEMPLO PARA QUE AS PESSOAS DE BEM OS APÓIEM!

  21. Eu comentei um post assim que o a reportagem e disse oque disseram agora em nosso país os valores estão invertidos o cidadão é o verdadeiro bandido para o governo. Com tantas decepções de nossos governantes acho que os bandidos que estão disfarçados de governantes e brincando com todos os cidadãos de bem.

  22. O engraçado, é que eles permitem que aconteça arrastões no retorno da Rod Washington Luiz com arco metropolitano, BEM NA FRENTE DO POSTO DA PRF!
    Incrível não?
    É triste viver nesse país.

  23. É muita sacanagem isso… Mas fazer oq… Eles prendem quem não deve pq sabem que não vamos revidar…. Eles tem medo de bandido mais do que nós…. E o pior de tudo… Eles tbm com certeza são motociclistas….

  24. Erro 1 – “Autoridades de Petrópolis”, quem parou os caras foi a PRF, se o procedimento na delegacia foi errado é outro papo e mesmo assim não cabe ainda “Autoridades de Petrópolis”. Erro 2 – Foi pego a 150km/h e ainda se acha no direito de reclamar. Erro 3 – As motos listadas são motos de velocidade sim, contrariando o que ele afirma.
    Fato 1 – Todos sabem, eu inclusive que moro na região, que todo final de semana dezenas de jaspions colocam as motos para fazer racha na estrada. Fato 2 – Acidentes são frequentes aqui e a PRF faz sempre essa fiscalização na BR aos finais de semana. Fato 3 – Fez merda? Aceita calado e sem mimimi.

    1. Fomos informados de que as autoridades de Petrópolis fizeram uma reunião na semana anterior e decidiram por mais esta operação na estrada, que é apoiada por todos nós. Nesta reunião, onde participaram a PRF, um Juiz, Autoridades da Justiça e Policiais, foi decidido o horário, quantidade, valor da fiança de demais questões. Em mensagem atribuída ao juiz, ele assume a responsabilidade por tudo e ameaça todos com ação de prevaricação contra quem não seguisse suas ordens. As autoridades de Petrópolis se uniram para atacar um problema e acabou em uma arbitrariedade. Não há erro algum no item 01. Item 02 – Excesso de velocidade é passível de multa. 111 km/h é errado, 150 km/h também é. Não me recuso a pagar a multa e acho correto, o que reclamo no texto é que o passeio foi tipificado como um racha, uma competição na estrada, um crime, e não foi, não há provas disso e fomos todos submetidos a uma arbitrariedade.
      Item 03. Todas as motos do nosso grupo detido são potentes e capazes de andar em velocidades superiores ao permitido. Bem como TODOS os automóveis e a imensa maioria das motocicletas vendidas e autorizadas a rodar no país. Quando digo que não são de corrida eu quero dizer que não são da categoria Esporte ou Superesporte, carenadas. Como percebo que o Sr. é um ignorante no assunto, as 3 Ducati’s Monsters são da categoria Street Naked (espero que saiba inglês) e as Diavel’s são da categoria Cruiser. Então não considero que houve qualquer erro, sou cuidadoso com minhas palavras.
      Quanto as fatos tens toda razão, apoio as operações, não é de hoje, sempre procurei liderar os passeios do meu grupo com muita responsabilidade e creio ter sucesso, pois nunca tive qualquer incidente sob minha responsabilidade. Não fiz “merda”, no ponto escolhido a dedo pela PRF para fazer a medição, é o final da descida e as motos e carros facilmente ultrapassam a velocidade permitida, um ponto ermo, sem pessoas, com mínimo perigo para a sociedade.
      Comentando o que o Sr. colocou como fato 3, não posso aceitar calado uma arbitrariedade, uma acusação falsa e forjada.
      Sabemos que as autoridades de Petrópolis não querem motocicletas correndo em suas estradas, e sabemos também que os moradores não querem motocicletas em suas estradas. O que não sabíamos é que as autoridades de Petrópolis e os moradores de Petrópolis aceitam passar por cima da lei para que o problema seja resolvido. Como a ORCRIM, que fez o que fez mas que dava bolsa família. Infelizmente não posso concordar com isso e vamos lutar para que a lei seja cumprida. O Sr. por favor fique calado e pare com o mimimi. Ou apoie o fascismo e as arbitrariedades, um dia elas se voltam contra vc.

    2. Andar acima do limite de velocidade é infração administrativa…
      Autoridades de Petrópolis sim, porque o Exmo Juiz da cidade coordenou a operação.
      Apreender celular para que?
      Cadê a comprovação de que havia um ‘pega”, porque racha é gíria de paulista.
      Sugiro que prendam os verdadeiros marginais que a cada fim de semana fazem inúmeras vítimas na WL.

  25. Todos aqui criticando a atitude da PRF que fez uma operação para tentar acabar com rachas de motos que ocorrem nesse local diuturnamente. Mas ninguém apontou alguns fatos importantes:

    – a velocidade da via é 110 km/h. Se vc obedecer a lei, não será fiscalizado.

    – o coitado estava “somente ” a 153 km/h.

    – quem estipula a fiança é a Polícia Civil

    – quem fica a madrugada inteira atendendo acidente causado por motociclistas em excesso de velocidade é a PRF, e não vocês.

    – aquela região é local de vários acidentes graves, pelo próprio relevo, então a velocidade da via deve ser estritamente observada.

    – pessoa de bem não anda nessa velocidade, arriscando a vida dos outros.

    Vocês são um bando de hipócritas. Querem fiscalização só para os outros. Quem causa acidente ou desrespeita a lei também é bandido.

    1. Sr. Davi, por favor leia o texto. Não estamos criticando a necessidade ou a relevância da operação da PRF. Estamos criticando o conjunto de arbitrariedades que se seguiu. A PRF prendeu um grupo de senhores que não estava botando pega, com motocicletas que não são esportivas, no momento em que lentamente faziam o retorno para ir para Araras. Não se pode prender e acusar injustamente ninguém. A velocidade de 110 km/h existe e deve ser obedecida, isso é incontroverso, embora seja também uma hipocrisia achar que ninguém passe desta velocidade na BR-40. Quem foi pego a 152 km/h fui eu e não sou nenhum coitado, aquele trecho no final na Serra embala mesmo e muitos estão acima dos 110 ali, tanto que foi o ponto escolhido para a tocaia da PRF. É um procedimento padrão, excesso de velocidade, multa e pontos, está tudo previsto no código de transito, isso não é crime e não é pega.
      Quem devia estipular a fiança deveria ser o Delegado, mas na reunião da semana parece-me que o Juiz determinou o valor e aterrorizou todos com a ameaça de prevaricação. Evidentemente é um valor altíssimo para uma acusação destas e o Sr. Delegado várias vezes externou que foi uma determinação do Sr. Juiz. Disse mais, disse que ele queria ainda mais alto, 10 mil reais.
      Quem fica de madrugada atendendo acidentes graves é quem se dedicou a trabalhar com isso. Eu fico madrugadas inteiras fazendo o meu trabalho também. Cada um fazendo o seu trabalho e não entendi o que esta afirmação tem a ver com o assunto em questão. De fato não é meu trabalho ficar atendendo acidentados nas estradas.
      Sim, é uma região de acidentes, mas não pelo relevo, e sim pela qualidade da estrada. Sua largura, desenho, qualidade, são incentivadoras para que corredores de CARROS e MOTOS acelerem em suas curvas. Isso acontece em todo o mundo e por isso tem polícia rodoviária em todo o mundo multando e corrigindo. Tem que ser coibido e no texto eu apoio e até coloquei um link com um texto meu mais antigo confirmando isso. Leia.
      O que faz uma pessoa ser do bem não é isso não. O indivíduo pode andar a 80 km/h e ser um corrupto, um ladrão de merendas escolares. Além disso, para quem não gosta de motocicletas, se a velocidade é 110 e o indivíduo passa a 115 já se vai dizer que estava acima da velocidade. Algumas motos e carros andam em velocidades consideráveis com total segurança e sem arriscar nada. Mas isso é proibido no Brasil e aceitamos isso sem problemas. Eu, por exemplo, não acho que uma pessoa de bem ache correto apoiar arbitrariedades a concordar com a prisão em flagrante de inocentes apenas porque não gosta disso.
      Hipócrita parece ser o Sr. que não lê o texto, que parece apoiar irregularidades flagrantes apenas por preconceito e fica colocando idéias estapafúrdias em sua resposta. Onde falei que fiscalização é só para os outros? Onde causei um acidente? Onde passar da velocidade é ser bandido?
      Peço para que novamente leia o texto e repare que o errado foi a violência de forçar um bando de inocentes apenas para dar exemplo. Nosso grupo estava calmamente passeando para ir tomar café em Araras, outros estavam correndo com GoPro filmando o painel a 240km/h. Esta é a diferença, que se prenda quem está apostando corrida, e que se deixem os que estão passeando em paz.

    2. Andar acima do limite de velocidade é uma coisa.
      Racha é outra coisa. Precisa entender as diferenças! Esse é o primeiro ponto q precisa ser respeitado pela autoridades e q nao estão fazendo.

      Se fosse assim quando um carro ultrapassa outro acima do limite de velocidade ou anda proximo d outro acima do limite de vel estaria praticando racha?

      O segundo ponto posso te dar minha experiência própria. Eu passo de carro quase todo final de semana e tem vários q tbem andam bem acima dos 110km/h. E as autoridades da PRF não fazem nada? Vc já viu alguma operação contra esses carros?

      O terceiro ponto é q as autoridades tbem não esta o fazendo nada para pegar os bandidos que roubam todo fds.

      Ninguém é contra fazer operacões e punir quem está acima do limite de velocidade. Mas as autoridades precisam rever o que é prioridade. Cadê as ações contra os bandidos q roubam moto todo final de semana?

  26. Infelizmente no nosso país não se pode mais fazer mais nada. Os políticos roubam milhões e estão aí para roubar mais. Espero que vcs estajam bem! No brasil não dá para fazer mais nada! Nem passear de moto. A justiças está feita para atrapalhar os cidadãos de bem. Meu conselho sempre foi sair do país. Uma pena. Lastimo muito a posição das autoridades e deixo aqui minha solidariedade à vocês!

  27. Abuso de autoridade. Já passei por algo parecido, em uma curva na Av marginal a Br 324 altura da Brasilgas Ba, a viatura estava escondida na curva e eu vinha do trabalho da minha esposa co ela as 22:45h, em um local ermo e os indícios de assalto é muito grande e frequentes então eles me abordaram com escopetas, revolveres, pistolas e metralhadores eu fiquei muito assustado na hora mas acatei tudo na hora afinal eu estava com a minha esposa na garupa e a principio eles alegaram que eu estava com alta velocidade “sem falar o que eu fui obrigado a ouvir deles na hora” eu ainda em cima da moto só olhei pra traz por cima do ombro e vim acompanhando com a vista ate chegar aos pés do policial e deixei no ar a resposta, que velocidade! Se eu estava? Por velocidade não dava multa, Se vc pediu para parar e eu parei imediatamente? mesmo assim me multaram por invadir uma passeata a noite em um lugar deserto, existe sim muitos abusos de autoridade.

    1. Vou evitar andar de moto pelas cercanias de Petrópolis. Aprendi que as autoridades e alguns moradores da cidade não gostam de algumas das minhas motos e que acham justificável prender inocentes para dar exemplo, como podes ler abaixo. Inclusive o petropolitano que ia jogar bola e foi preso ouviu do policial que a moto dele não é moto para ir jogar bola e que por isso foi preso.
      Como vês, não é um bom lugar para se passear. Existem outros lugares e Fest’s para ir. Irei nos outros.
      Como o Imperial Moto Fest é bem no centro disso, tenho medo de ir com uns amigos, ser preso e ter que pagar 5 mil de fiança para voltar para casa.

  28. Como motociclista e petropolitano, uma dica: não venham para Petrópolis. Não andem pela BR-040 nas cercanias desta cidade. Nem os ladrões que roubam motos em Duque de Caixas, nem a PRF e o juiz da cidade vão parar de roubar os motociclistas tão cedo.
    Evitem estar por aqui!

    1. Obrigado! É uma excelente sugestão, que eu já fiz no texto e que vamos noa esforçar para atender.
      E não são somente os ladrões, a PRF e o juiz não, os preços na Casa do Alemão também estão um
      Roubo!
      Novamente obrigado por sua atenção e conselho, percebo que és esperto e preocupado com as coisas. Sucesso.

  29. Oi Mario Barreto.
    Boa noite. Leia o texto abaixo com calma e reflita bastante.
    Eu entendo a dor dos amigos q ficaram presos e falo c experiência por que eu tbem tive moto apreendida em operação da PRF feita nos passado com helicóptero e tudo mais. Acho q foi operação Japeto em Julho 2014.

    Essas ações da PRF contra “rachadores” sem nenhuma ação contra bandidos não me parecem justas. Certamente as prioridades esta o invertidas. Nao tenho dúvida de q alguma coisa estranha acontece na PRF atualmente. Provavelmente pressão da mídia e moradores.

    Mas eu penso q boicotar uma festa feita p motociclista não é a melhor forma de protestar. Até por que existem vários organizadores nesse evento.
    Vai boicotar por causa de 1 organizador babaca? Ele é o dono do evento? Vai prejudicar os outros organizadores q preparam um evento com tanto carinho?

    Certamente chamaria mais a atenção organizar passeios a 55km/h (metade da vel via é legal) em vários fins de semana. Isso chamaria mais atenção das autoridades, da mídia e da população.
    Boicotar evento de moto não vai chamar atenção das autoridades muito menos vai atingir o organizador vira casaca.

    Boicotar o evento de moto por causa d 1 dos organizadores não é a melhor forma. Pensa com cuidado e tamos junto p tentar melhorar essa situação.

    1. Caro Fernando, obrigado por seu comentário. Eu e todas as pessoas razoáveis claramente apoiam a iniciativa de travar as corridas de moto na estrada. Nem misturo com a questão da violência, embora seja no mínimo estranho a valentia e “resultados” que eles conseguem contra motociclistas desarmados e inocentes, comparado com a eficiência no combate ao crime de verdade, que é pífia.

      Não foi pouca coisa o que aconteceu.

      Ninguém estava botando pega no meu grupo, que não é de pega. Somos um grupo bem organizado e sereno. Éramos 5, 4 mais velhos, com motos que não são esportivas, indo calmamente para o Vale das Videiras, uma estrada apertada e lenta. Ninguém de macacão, um de nós de jeans e sem luvas, outro de calça de brim. As motos, como já disse, sem carenagens 3 Monsters, a minha 620cc, uma X-Diavel e uma Diavel, cruisers. No retorno para a entrada de Araras, do qual nos aproximávamos calmamente, fomos presos, passamos o dia inteiro na delegacia, tivemos que pagar cada um 5 mil reais para não irmos para o presídio. Tomaram nossos celulares, ficamos sem comida e hoje nos colocou como fiéis depositários das motos, ou seja, travou as motos e não podemos vendê-las até o final disto tudo. Em um trecho cuidadosamente escolhido, onde a moto dá uma embalada no final da serra, eu atingi 150 Km/h, lembrando que uma Monster 620ie 2003 não corre muito e, 150 km/h, apesar de estar acima da velocidade permitida, não é uma super velocidade para as motos e nem coloquei ninguém em perigo as 8h da manhã de uma estrada deserta. Não estávamos colocando pega, os outros integrantes mais lentos, nenhum foi radarizado, certamente alguns não passaram dos 110 km/h e estão todos na mesma situação, enrolados com a justiça e com despesas pela frente para nos defender de uma ação absolutamente arbitrária e injusta.

      As autoridades de Petrópolis aterrorizaram a PRF e a Polícia Civil ao ponto de tirar-lhes total e completa autonomia, um espetáculo deprimente, assustador e perigoso. O pobre Alan, que comentou aqui embaixo, foi preso também, é morador da Mosela e estava indo jogar um futebol. Ele não foi indiciado, mas ficou de 8 da manhã até as 22 horas na delegacia até ser liberado. Inacreditável, revoltante, e ainda não acabou. Já gastei 7 mil reais que irão me fazer muita falta.

      Recebi uma mensagem atribuída a autoridade, onde é dito que estas ações irão continuar doa a quem doer e que o objetivo é o de tomar as motocicletas, elas irem ao perdimento.

      Dentro deste quadro de absoluta falta de lei, onde quem está andando de moto junto é classificado de criminoso e acusado sem provas de estar disputando uma corrida, onde a fiança é caríssima, onde o objetivo é o de tomar a sua moto, e contando com o apoio de alguns moradores, como podes ver abaixo, acho que é minha obrigação alertar aos motociclistas que a região dominada em Petrópolis é perigosíssima e hostil para os motociclistas que não usam Harley Davidson. A qualquer momento vc pode se dar muito mal, é um risco muito alto.

      Hoje fui buscar minha moto na delegacia, mas pensei muito em mandar um reboque pegar, pois minha decisão é a de eliminar o mais possível esta região perigosa, onde as autoridades estão caçando motociclistas sem nenhum critério.
      Não acho que eu tenha influência que faça um boicote meu e do ForzaRio um problema para o evento. Mas se me perguntarem sobre o assunto a posição é a de que eu não vou nunca mais (fui em todos), não aconselho e que ir é um risco tremendo, pois o clima aí é fascista, fora-da-lei, arbitrário e destituído de razoabilidade.

  30. É mesmo muita patifaria! Precisamos também defender os NOSSOS DIREITOS! As rodovias desta nossa republiqueta estão a cada dia mais cheias de “ARAPUCAS”, armadilhas para ARRECADAÇÃO DE DINHEIRO!!!! Ao voltar de Tiradentes tive o dissabor de constatar o quão perigosa a BR-040 se tornou!!! É INACREDITÁVEL que em uma rodovia desta importancia tenhamos TANTOS QUEBRA-MOLAS, tão proximos uns dos outros e de dimensões tão díspares, todos FORA DOS PADRÕES JÁ ESPECIFICADOS pelas “otoridades”!!!! Estas &%$#@*& tem CAUSADO mais acidentes e mortes, do que as EVITADO!!! Ainda ontem um caminhão tanque explodiu ao colidir -a noite – com um outro que reduziu por conta de uma arapuca de um quebra-molas! Sem falar que nesta mesma rodovia constatei “PARDAIS” com a INIMAGINAVEL redução de velocidade para 30km/hora!!!!! Isto só pode ser coisa de gente DEMENTE! Sem NOÇÃO, e que deve achar que os condutores de veiculos NÃO SABEM MAIS pilotar nas rodovias… Neste domingo -ao voltar do evento de Tiradentes – ao passar pelo 2º quebra molas consecutivo a uns 100 metros do outro (portanto não estava em velocidade) minha carona sofreu uma concussão na coluna, e tivemos que ser socorridas na estrada proximo a Barbacena! As perguntas são: as arapucas são para “proteger” os pedestres? OK, e quem nos “protege” delas? Os condutores são mal preparados? OK. E quem fiscaliza as porcarias das moto/auto escolas que não ensinam de fato a pilotar? As “armadilhas” nas estradas e ruas são imprescindiveis? OK Então quem as CONTROLA em termos de localização, dimensões, posicionamento e quantidade? Há uma EPIDEMIA de PLACAS SINALIZADORAS que distraem a atenção do condutor! Há uma epidemia de taxões, taxinhas, pardais “devidamente escondidos”, pardais móveis, pardais moveis “disfarçados”, faixas divisórias DERRAPANTES, taxões em locais indevidos…. Até quando os governantes VÃO OCULTAR da sociedade os milhões de acidentes anuais PROVOCADOS -sobretudo aos motocilcistas – que tiveram ORIGEM nestas armadilhas? Somos 14 milhões de motociclistas (ou mais) e não podemos nos CALAR perante esta violencia contra nossas vidas! Chega de tanto PUNIR o condutor de veículo automotivo! Temos o DIREITO ao lazer, ao prazer e a descontração! Nossas RODOVIAS estão transformadas em um INFERNO de INSEGURANÇA vinda de TODOS OS LADOS!

  31. Li todos os comentários acima e cheguei a uma conclusão: o moto fest de Petrópolis foi atacado porque é o único que realmente pode ser atingido.
    As “autoridades” e a PRF não estão nem aí para qualquer das pessoas ou comentários feitos aqui ou onde quer que seja, simplesmente cumprem a missão a ela destinada.
    Agora, o Imperial Motofest, organizado por motociclistas, principalmente para motociclistas, que, com certeza, também, já teve algum de seus integrantes organizadores autuado, justa ou injustamente, de acordo com seus próprios conceitos, por estas mesmas autoridades, não tem nada com o ocorrido.
    Outro detalhe, no grupo de organizadores do encontro de Petrópolis não há nenhum juiz integrante, então, estão usando de falsos argumentos para atingir o evento. E mais, para realizar o moto fest de Petrópolis, as mesmas ditas “autoridades” exigem todas as documentações pertinentes, sem exceção.
    Todos os motociclistas do Brasil e do exterior encontram as portas do evento abertas, para se confraternizar, se divertir, rever os amigos, durante um agradável passeio de moto. Mesmo após o ocorrido, com certeza, continuarão encontrando as mesmas portas abertas, até mesmo, porque o Parque de Exposições. onde ocorre o evento, é público.

    1. Com certeza o Sr. Jorge deve ser amigo do Sr. Arlindo, ou membro da organização do Imperial, ou ter algum interesse no evento e está aqui comentando para defender o evento. Natural. Já falei com o Arlindo e expliquei que certamente nem o delegado nem o juiz nada tem de pessoal contra mim ou meus amigos presos. Certamente eu não tenho nada contra o festival e seus organizadores. Porém, sofremos um dano colateral. O objetivo parecia ser o de dar uma lição e as matérias de jornal já estavam todas encomendadas. O nosso sofrimento é irrelevante deste ponto de vista. Não vou ao festival, não recomendo que alguém vá, pois pode ser enquadrado em crime, é uma região perigosa para motociclistas. Esta é a minha opinião, e o resto torna-se irrelevante. Como disse Martin Luther King, uma injustiça em um lugar pode ser a porta de injustiça em outros também.

  32. Mário,

    Não à toa eu praticamente dei as minhas cotas do escritório para correr do Brasil com a minha família. Como vc bem disse, é desperdiçar uma encarnação. Pergunte ao Fred o que aconteceu com dois filhinhos de papai q disputavam racha na Vieira Souto em 2003 e mataram um amigo meu. Ja te aidanto: criminalmente pagaram cestas basicas. Civilmente, nada ainda tb. Claro que a PF deve coibir e usar os RECURSOS CABÍVEIS. Agora tipificar como racha um passeio (ainda q todos estivessem acima da velocidade permitida!!). Que prova tem de que havia racha?!?! ZERO! Querem multar a todos? Ok, justo (desde que aferidas as velocidades de TODAS as motos). Arbitrariedade só gera mais injustiça.

  33. Sou a favor das AUTO-ESTRADAS particulares, com limite de velocidade mínima, fortemente pedagiadas E altamente SEGURAS! Sem todas as ARMADILHAS que infernizam a nossa vida! Gostaria de ter as estatísticas de mortes nestas rodovias dos EUA e da Alemanha, por exemplo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *