“Último” Track Day em Jacarepaguá

Já fazem uns 4 anos que estamos nesta pressão de “último “fim de semana no autódromo. É muito engraçado, se não fosse trágico. Já começaram a demolir as arquibancadas, mas enquanto isso, e não sei até quando e como, vamos indo com o autódromo funcionando.

A pista, apesar de curta, está com o piso ótimo, é uma pista muito segura. É uma sacanagem o que estão fazendo e tudo, sabemos, para construir “predinhos”, a vocação do carioca, negócios imobiliários.

Tanto não foi o último que ontem recebi um email do Cerciari, com mais um “último”.

Bem, o treino foi ótimo, dei mais de 30 voltas, acabei com os pneus e só levei um sustinho de nada. Escorreguei de traseira por conta de um pneu um pouco mais cheio do que devia e na minha cabeça parecia que a moto deu uma escorregada radical! Daquelas que se vê no MotoGP. Mas o André Rocha estava atrás de mim e viu tudo… escorregou 4 dedos… hahahaha, quebrou o encanto.

Fez um dia lindo, temperatura ideal, a camaradagem de todos, especialmente do já citado André e do Alexandre Pellicciotta.

O André é um exemplo para toda a comunidade. Não faz muito tempo decidiu andar de moto com a galera. Era um “prego” e logo em um dos primeiros rolés na estrada esfregou sua Honda novinha no chão, por nada, um sustinho. Mas não deixou barato, insistiu em melhorar, estudou, leu, fez os cursos da California Superbike School, com o Keith Code. Equipou-se e hoje está aí, andando bem, rápido e seguro. É assim que se faz.

Vejam abaixo o vídeo que o Alexandre fez com a sua GoPro. Ele de Yamaha R6 amarela, eu com a Aprilia RSV Mille Preta e o André com a BMW S1000RR. É chato mas é legal 🙂

E depois, outro vídeo, feito pelo Thiago Marchon. Show de bola, anda muito!

Abraços

Mário Barreto

TrackDay SBK RIO 28:07:2012

Para a Fauna do Motociclismo