MotoGP Austin

Meus camaradas, que corrida chatinha, eu achei.

Marc Marquez e a Honda descobriram alguma coisa que ninguém mais sabe e somem nesta pista. A pista é bonita,  asfalto meio bosta e trepidante, mas é muito larga e com retões que deixam ela meio ruim de assistir, as motos se espalham na pista. Fica chatinho de ver. E não tem calor dos fãs, arquibancadas vazias, saudade das etapas européias, onde o pau come de verdade. As outras Hondas não vieram com esta força toda, pois o até então líder Cal Crutchlow fez uma coisa que ele faz muito bem, que é levar um tombo bobo, e Pedrosa correu prejudicado pois se recuperando de uma operação.

Depois de um tempo fica legal ver como as corridas influenciam o que acontece fora delas. Por exemplo, foi legal ver o Maniac andar forte o tempo todo, pois isso vai complicar as coisas um pouco na Suzuki, que flerta com o Lorenzo e parecia estar feliz com o Rins. Mas em briga dos cachorros maiores, o Rins ainda não dá para o couro, tanto que querem o Lorenzo. Ianonne é um maluco, mas já ganhou corridas no MotoGP, a Suzuki não pode pedir isso ao Rins.  A Suzuki tem se apresentado bonita e rápida. Hoje chegou perto do Vinãles.

Parque fechado de hoje em Austin. Foto do site Crash.net

Viñales andou bem, é bonito ver ele andando. A Yamaha estava boa e rápida, Marc nesta pista não conta, e o Rossi começou bem, mas teve que tirar a mão do meio para o fim. Desta vez Zarco não teve um protagonismo assim marcante.

As Ducatis, após um início arrasador, não tem mostrado muita força e podem erguer as mãos para o céu e a regularidade do Dovizioso para saírem dos EUA liderando o campeonato, tá bom demais para o que a moto mostrou nas duas últimas corridas. É complexo. Dois multicampeões do mundo não se acertam com a Ducati. Lorenzo e Rossi são muito melhores do que Dovi, mas não podem esperar. Dovi pôde esperar, por isso está andando mais do que Lorenzo, só que não ganha porque não é Lorenzo ou Rossi… Mesmo Stoner, ganhou muitas provas mas campeonato mesmo com a Ducati, só 1, o primeiro das 800cc e quando a Ducati adiantou-se e surpreendeu o mundo. Depois, foi pau a pau mas a Ducati perdeu todos, mesmo com Stoner onboard. Vamos ver se melhora.

Acho que não se pode mais esperar nada de Jorge Lorenzo na Ducati, acho até que ela vai entrar e sair como o Rossi, sem ganhar nem uma corridinha. Parece desmotivado e duvido quea equipe esteja se empenhando para dar o que ele precisa. E agora ainda tem dinheiro e a Suzuki para atrapalhar… kbou.

Vamos aguardar as etapas européias e ver o que rola.

Abraços
Mário Barreto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *