MotoGP Argentina – Corrida Maluca

Quem diria que após duas etapas O Cal Crutchlow estaria liderando o campeonato? E que o terceiro do campeonato seja outro piloto privado, Zarco? Ninguém não é?

Muito contribuiu para isso a corrida maluca que tivemos hoje. Um monte de coisas estranhas aconteceram na pista, a começar pelas Ducatis 2018 sofrendo para andar em uma pista em que Dovi já quase ganhou em outros anos. Teve um treino que Dovi foi o último. Depois a pole position do Jack Miller com a GP17, inesperada.

Mas até aí nada demais, porém quando começou a corrida tudo ficou doido. Marc Marquez, um piloto muitas vezes campeão do mundo endoideceu. Na largada ele jamais deveria ter feito o que fez, jamais. Foi tão doido que ninguém soube o que fazer e ela acabou largando. Com certeza era para melar a largada e desclassificar o campeão.

Largada aliás mais esquisita que já vi, com Jack Miller sozinho lá na frente, com todos os outros 9 filas atrás. Isso aconteceu porque apenas ele, o pole, se apresentou com slicks e após a volta de apresentação todos os outros pilotos resolveram trocar de pneus. Em nome da segurança a direção de prova permitiu, mas obviamente Jack Miller e sua equipe reclamaram. A solução esquisita que deram foi esta. Nunca tinha visto isso. E achei injusto, porque em meia volta já estavam todos enfiados no rabo dele, e se largassem com pneus de chuva ele se daria bem melhor.

Na hora de largar a moto do Marc morreu e ele fez o inimaginável, empurrou a moto para fazê-la pegar inclusive na contramão, atrasou a largada, manobrou a moto no grid na frente de incrédulos fiscais e pilotos. A moto pegou ele largou!!!! E não levou bandeira preta. Achei um absurdo. O procedimento correto seria ele levantar a mão, ser retirado do grid, largar do box e mais uma volta de apresentação. Rasgaram as regras e isso não se faz. A punição de passar pelo box foi muito pouco, ele conseguiu passar pelo box e ainda voltar na frente de um cada vez mais ridículo Jorge Lorenzo. Perdi a paciência com ele.

Lindo e inusitado pódium

Miller estava andando muito forte e atrás dele o pau começou a comer. Devem ter pensado, já que é bagunça, vamos chutar o balde e Zarco deu uma porrada no Pedrosa, jogando ele no chão. Acho o Zarco um talento, acho ele simpático, acho ele competente, mas acho ele na pista um escroto. Torço para que ele leve uma porrada na pista e não é a primeira vez que ele faz isso. Com a pista do jeito que estava, cheia de poças e linhas molhadas, menos ainda.

Adorei ver Rins liderando, seguindo a ponta, dando um pau danado no Ianonne, ver a Suzuki andando bem. O dia que estas japirongas andarem de reta igual a Ducati de 2016 pelo menos, vai ficar mais difícil! Teve uma hora que tínhamos Ducati na ponta, seguindo de Yamaha, Suzuki e Honda, a Honda do Crutchlow.

Marc Marquez voltou lá atrás (mas ainda na frente do Lorenzo) e veio fazendo uma merda atrás da outra. A moto estava ótima, ele estava péssimo. Veio trombando e empurrando de maneira estúpida e desnecessária, se achando um Lula da vida, que quer fazer o que quer na pista. E ia se dar bem, mas aí ele fez o impensável, que é derrubar de maneira grosseira o único piloto que tem mais moral do que ele na galáxia, The Doctor Valentino. Só aí os fiscais puniram o Marc.

Marc Marquez afobado e lambão

Pelo o que ficou demonstrado é o seguinte: Marc Marquez pode fazer a merda que for, MENOS derrubar o Rossi. Achei o conjunto das cagadas inaceitável e acho que ele tem que ser suspenso por pelo menos uma prova. Achei pouco descontar 30 segundos dele na prova.

Rossi derrubado

Voltando para a ponta, Crutchlow, que tudo indica que está disputando um lugar na Honda oficial com o Zarco, deu aula. Economizou a moto um pouco e na reta final atropelou e venceu. É o mais experiente dos que estavam na ponta e como ele mesmo diz, apesar do destaque que o Zarco e os outros as vezes conseguem, ele é sempre a Honda mais rápida depois do Marc e privado mais rápido.

A sua Honda não estava coladinha no chão não, deu rabeadas assustadoras, mas ele segurou bem. E a Honda é a que mais anda de reta depois da Ducati.

Reparem que os 4 primeiros disputaram bastante, mas sem toques, exceto pelo Zarco que gastou seu estoque de vigarice com o Pedrosa.

No final, Marc Marquez foi vaiadíssimo quando foi andando tentar pedir desculpas ao Valentino Rossi no box da Yamaha. Mas aí o seu companheiro Uccio foi muito macho e expulsou o baixinho do box da Yamaha. Que cena.

Parabéns ao Cal Crutchlow por sua terceira vitoria no MotoGP, a equipe LCR e Cechinello, a Honda e Suzuki. Vamos ver o que acontece durante a semana, vai ter muito chororô. E vamos descobrir qual foi o defeito da moto do Lorenzo… é sempre defeito. Minha paciência com ele ACABOU.

Mário Barreto.

3 comentários em “MotoGP Argentina – Corrida Maluca”

  1. É sempre a vontade acima da razão. A determinação acima das consequências. Como teve a coragem de atrasar a largada e ainda pilotar a moto na contra mão do grid e ainda dizer que não sabia como proceder ou colocar a culpa na dúvida dos comissários em resolver a questão. Realmente vacilaram, não poderiam de forma alguma permitir a largada. Estavam nervosos e ansiosos com os problemas dos pneus pouco antes….
    Talvez se não tivesse arruinado a corrida do Aleixa Espargaro e não fizesse a histórica “cagada” na largada, a cena com o Rosssi não seria tão grave… O manager PUIG, para quem reparou bem na hora de pedir”desculpas”, sai invadindo o BOX, levantando a corda de isolamento e entrando marchando pra cima, de peito em pé e postura agressiva. Tinha que chegar com mais calma, pedir licença e respeitar o espaço da Yamaha, não chegar entrando sem o menor respeito. Chega de MM Viagrista#93.

  2. Triste. Onde achava que houvesse lisura vi maracutaias.
    M.M é craque, mas tem um caráter na minha opinião bastante duvidoso. E mesmo numa corrida, os fins nunca justificam os meios.
    Fair play sempre.

  3. Não acho que o MM seja um vigarista, mas acho que ele cagou no selim: uma cagada que começou no sábado.

    A Honda fez uma moto muito melhor do que as dos últimos dois anos. Marquez chegou na Argentina e andou brincando, rodando 1,5s mais rápido do que TODOS os outros. Isso é talento.

    Mas ele também erra, como todo mundo. Julgar sentadinho no sofá é mole: o cara perdeu uma pole fácil, se envolveu no imbroglio causado pela direção da prova, deixou a moto morrer no grid e

    CLARO QUE DEVIA TER IDO PRO PIT LANE.

    Não há dúvida disso. A equipe dele vacilou em não usar aquela porra de aviso no painel, mas, aparentemente, o fiscal também cagou no pau. A Dorna já tirou o seu da reta, dizendo que os fiscais são responsabilidade da FIM e da IRTA, e embora continue achando que o Marquez errou, porque tinha moto para sair em último e ainda pegar um pódio, não posso acreditar que o fiscal tenha dito para ele ir pro pit lane e ele tenha desobedecido, sabendo que ia se fuder. Aqueles caras estavam enrolados, atrasados, e teve um maluco lá que mandou um thumbs up.

    Vou repetir: ele cagou no selim. Claro que as outras equipes não iam deixar barato.

    Daí por diante foi corrida em piso escorregadio. Quem assistiu a Moto2 viu como o Pasini ganhou empurrando o Oliveira duas vezes naquela curva 13. Sem punição nenhuma.

    Claro que eu fiquei putaço com o Marquez tanto na encostada no Aleix quanto na do Rossi. Não tinha necessidade. Agora o Doutor vai fazer esse assunto render o máximo que puder, porque o Rossi pode ser um grande campeão, mas é um cara sem grandeza. Perdeu uma oportunidade histórica de passar pra frente a frase que tomou do Stoner: “obviously your ambition outweighed your talent”.

    Rossi já errou no passado, mas parece que quando erram com ele a gravidade é multiplicada exponencialmente. O que aconteceu entre ele e Zarco em Austin no ano passado, por exemplo.

    Qual seria o interesse do Marquez em derrubar o Rossi, que estava à frente do Dovi? Ele foi agressivo em excesso, errou e fez merda. Todo campeão é agressivo. Aí vem o Lin Jarvis dizer que o Rossi tem medo do Marquez? Isso é vergonhoso! A Yamaha teve uma moto no pódio porque o Zarco também não alivia.

    Vai botar o Marquez pra largar em último em Austin? Beleza, então façam como na Malasia 2015: devolvam os pontos do Marquez na Argentina e façam ele sair em último. O Marquez foi punido três vezes durante a corrida e zerou um GP porque correu adrenalizado em excesso e a punição foi merecida.

    Fomentar essa picuinha pelo resto do campeonato não vai trazer nada de bom: o 93 não vai aliviar, o Rossi vai se achar no direito de bloquea-lo e isso vai dar merda, mas como as Yamahas se perderam desde meados do ano passado e viraram 3a força, o pessoal de azul vai ficar alimentando essa fogueira.

    Vou repetir: o Marquez errou e foi punido. Só estando dentro do capacete para saber o que é ver 25 pontos fáceis escaparem das mãos porque deixou a moto morrer no grid.

    Querer levar para o pessoal é que não tem nada a ver.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *